As derrotas para o Vasco, por 4 a 1, de virada, em São Januário, pelo Brasileirão, e por 2 a 1 para o Palmeiras, na última quarta-feira (9), no Independência, pelo confronto de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, foram um choque de realidade no América. 

E devolveram ao clube a certeza, que já existia desde o ano passado, de que permanecer na Série A é mesmo o grande objetivo da temporada.

Pensando assim, a comissão técnica sabe que a partida da próxima segunda-feira (14), às 20h, contra o Ceará, no Castelão, em Fortaleza, no fechamento da quinta rodada, aparece como uma das várias decisões que o Coelho disputará contra adversários diretos nessa batalha pela permanência na Primeira Divisão.

Até agora, nesses jogos, o time alviverde fez o dever de casa aplicando 3 a 0 no Sport e 2 a 1 no Vitória, no Independência. Será o primeiro confronto direto fora de casa, e não perder será fundamental.

Menos mal que o calendário ajudou a equipe do técnico Enderson Moreira, pois, após a derrota para o Palmeiras, haverá ainda um bom intervalo até a segunda-feira à noite, quando joga no Castelão.

A preparação para o duelo com o Ceará começou já na tarde desta quinta-feira (10), mas apenas os jogadores reservas estiveram em campo, e os que enfrentaram o Palmeiras fizeram o chamado treino regenerativo.

A partir desta sexta, o treinador começa a montar o time que viaja para Fortaleza. Enderson Moreira poderá contar com o volante Leandro Donizete, que cumpriu suspensão diante do Vasco, após expulsão contra o Vitória.