As rivalidades estaduais vão dar o tom na sexta rodada do Campeonato Brasileiro, que se aproxima da pausa para a Copa do Mundo da Rússia. Começando por mais um clássico entre Atlético e Cruzeiro, desta vez no Independência, sábado, e com motivações distintas para as duas equipes.

O Galo busca se reabilitar e deixar para trás o impacto das eliminações nas copas Sul-Americana e do Brasil, o que fez do Brasileirão o desafio restante. Para a Raposa, a ordem é não se deixar distrair com o confronto decisivo de terça-feira com o Racing, no Mineirão, pela Libertadores, e ampliar a boa fase.

Também amanhã, mas às 19h, Flamengo e Vasco se encaram no Maracanã. Triunfo rubro-negro manteria a equipe na liderança, enquanto o cruz-maltino, que vive momento político conturbado e tem um jogo a menos, tenta encostar nas primeiras posições.

Vizinhos na tabela (12º e 13º), São Paulo e Santos jogam domingo, às 16h, no Morumbi. Único invicto na competição, o tricolorpaga pelo excesso de empates (4), enquanto o Peixe, também devendo um jogo, busca repetir as boas atuações da Libertadores.

Ainda sem vencer fora de casa (o que ocorreu pela última vez há quase sete anos), o América tem chance de crescer na tabela diante do Botafogo, no Horto. A equipe de Enderson Moreira vem do empate com o Ceará em Fortaleza (2 a 2), enquanto o campeão carioca bateu o Fluminense no Engenhão (2 a 1).