Jogar em casa, com o apoio de sua torcida, tem sido uma das principais armas do Cruzeiro para subir na tabela do Campeonato Brasileiro. Em seis partidas no Mineirão, a Raposa conquistou quatro vitórias, empatou uma e foi superada apenas pela Chapecoense, na quarta rodada. Foram 11 gols marcados e seis sofridos.

O aproveitamento de 72% como mandante, que dá ao time mineiro a quinta melhor campanha dentro de casa, pode ser ampliado neste domingo (16), no duelo contra o Flamengo. Sexto na classificação, com 20 pontos, e quinto no quesito "dono da casa", o time celeste está a três do adversário deste fim de semana.

O grande problema para os comandados do técnico Mano Menezes, porém, é o que tem feito o rubro-negro como visitante. Em sete jogos fora de seus domínios, o Urubu venceu três, empatou outros três e perdeu apenas uma vez. O aproveitamento do time de Zé Ricardo é de 57%, sendo superado apenas por Corinthians e Grêmio, líder e vice-líder da competição, respectivamente.

Embalado pelas duas vitórias consecutivas na Série A - contra Palmeiras e Atlético-PR -, o Cruzeiro terá pela frente um adversário mordido. Vindo de derrota, em casa, para o Grêmio, o Flamengo tentará vencer em Minas Gerais para seguir perseguindo os líderes e, principalmente, para não correr o risco de sair do grupo dos quatro primeiros.

Retrospecto histórico

Considerando os confrontos entre as duas equipes na história do Brasileirão Unificado, a Raposa leva a melhor.

Em 56 jogos, disputados desde 1967, os mineiros venceram 24, empataram 19 e perderam 13. As duas equipes marcaram 66 gols.