O América voltou a perder após 12 partidas de invencibilidade na Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta sexta-feira, o líder da competição foi derrotado pelo CRB por 2 a 1, no estádio Rei Pelé, em Maceió, pela 19.ª rodada - a última do primeiro turno.

A última derrota do time mineiro foi ainda no início de junho, pela sexta rodada, quando perdeu para o Vila Nova por 2 a 0. De lá para cá, foram oito vitórias e quatro empates. Mesmo com a derrota, o América segue líder com 36 pontos, seis a mais do que o segundo colocado Internacional, que enfrenta o Guarani, em Campinas (SP), neste sábado.

O CRB, agora com 28 pontos, chega à sexta posição e cola no G4 - a zona de acesso. Com a mesma pontuação, o quarto colocado Ceará fica na frente pelo saldo de gols (6 contra -3), mas ainda tem um jogo a menos que também será disputado neste sábado. O time alagoano vinha de duas derrotas fora de casa - para Goiás e Paraná.

O primeiro tempo era equilibrado e sem muitas chances de perigo até que brilhou a estrela do meia Chico, que marcou dois lindos gols para o CRB em apenas dois minutos. Primeiro, aos 37 minutos, ele recebeu cruzamento de Edson Ratinho e teve de se atirar para trás para completar, de cabeça, mandando a bola no ângulo, sem chances de defesa para o goleiro João Ricardo.

No minuto seguinte, Chico fez um gol ainda mais incrível. O camisa 10 se livrou de dois adversários ao invadir a área pela esquerda e, mesmo sem ângulo, conseguiu finalizar no alto na saída do goleiro. A bola ainda bateu na parte de trás da trave e morreu no fundo do gol.

O América voltou mais ligado para o segundo tempo e diminuiu logo aos cinco minutos. Ernandes recebeu do centroavante Bill e bateu com rara precisão, acertando o canto direito baixo do goleiro Edson Kolln, que nem se mexeu.

A partida seguiu aberta, ainda mais após os 37 minutos, quando os jogadores das duas equipes se desentenderam. Em meio à confusão generalizada, Bill, do América, e Zé Carlos, do CRB, foram expulsos e continuaram brigando mesmo após deixarem o gramado. Eles trocaram socos e tapas.

Após seis minutos de paralisação, o jogo foi retomado e o América pressionou em busca da vitória, mas o CRB, bem fechado, se segurou até o apito final e garantiu a vitória. Muita festa nas arquibancadas.

O América volta a campo na próxima sexta-feira, quando recebe o Náutico no estádio Independência, em Belo Horizonte, pela 20.ª rodada da Série B. No dia seguinte, é a vez do CRB enfrentar o Ceará na Arena Castelão, em Fortaleza.

FICHA TÉCNICA

CRB 2 x 1 AMÉRICA

CRB - Edson Kolln; Marcos Martins, Audálio, Adalberto e Pedro Botelho; Rodrigo Souza, Edson Ratinho (Jorginho), Elvis (Tony), Danilo Pires e Chico; Neto Baiano (Zé Carlos). Técnico: Dado Cavalcanti.

AMÉRICA - João Ricardo; Juninho, Rafael Lima, Messias e Giovanni (Hugo Almeida); Ernandes, Zé Ricardo, Gerson Magrão (Hugo Cabral) e Matheusinho; Mike (David) e Bill. Técnico: Enderson Moreira.

GOLS - Chico, aos 37 e aos 38 minutos do primeiro tempo; Ernandes, aos 5 minutos do segundo tempo.