O brasileiro Lucas Bebê viveu nesta primeira parte da temporada seu melhor momento na NBA. Com a saída de Bismack Biyombo e lesão de Jared Sullinger, o jogador de 24 anos aproveitou o espaço no Toronto Raptors e se tornou parte integral da rotação do técnico Dwane Casey. Para se firmar na liga, ele mesmo admitiu que acontecimentos extraquadra foram fundamentais.

"Sabia que precisava estar preparado para a hora que a chance aparecesse. Treinei muito no verão, mais do que nunca, me dediquei e foquei porque queria que esse fosse o meu ano. Muitas coisas boas estão acontecendo na minha vida, a última delas foi o nascimento da minha filha, Stella. É um momento especial para mim e estou feliz, jogando com alegria. Todos estão me passando muita confiança e isso está se refletindo em quadra", disse.

A evolução de Bebê é traduzida nos números. Na temporada 2016/2017, tem médias de 18,7 minutos, 4,9 pontos e 4,7 rebotes por partida. Mas é a média de 1,8 tocos por jogo, a nona melhor da liga, que surpreende. Tudo isso, de acordo com o jogador, é fruto do "equilíbrio" do Raptors, vice-líder do Leste, atrás apenas do Cleveland Cavaliers.

"Temos uma equipe bem equilibrada, entrosada, estamos fazendo um bom campeonato e vamos crescer mais ainda, com certeza. É uma longa temporada, muita coisa vai acontecer, e o nosso primeiro objetivo é classificar para os playoffs, de preferência numa boa posição. Somos muitos unidos e isso é fundamental", comentou.