Além de Fábio Santos em campo, após voltar de suspensão, a outra novidade do Atlético para o jogo deste domingo (10), contra o Fluminense, às 16h, no Independência, está no banco: com o técnico Thiago Larghi expulso no clássico contra o América, quem comandará o time é o auxiliar Kaio Fonseca.
 
O auxiliar de 29 anos, formado em Educação Física em 2015, era analista de desempenho e, na demissão de Oswaldo de Oliveira, em fevereiro, foi chamado por Larghi para ser seu auxiliar. O títular não poderá dar preleção ou ir ao vestiário no intervalo e terá que ver o jogo do camarote, sem qualquer contato com a equipe.
 
Larghi foi expulso após o árbitro Bráulio da Silva Machado iniciar o segundo tempo com apenas nove jogadores do Galo em campo - Ricardo Oliveira e Róger Guedes ainda estavam no vestiário. Ele reclamou, chutou a bola e levou o cartão vermelho, vendo o restante da partida das arquibancadas do Independência.
 
Apesar de o treinador não poder estar na beira do gramado, o caminho para a vitória já é do conhecimento dos jogadores, que, nas palavras de Larghi, "precisarão de paciência para furar o bloqueio" do Fluminense, que atua com uma linha de cinco defensores e outra de quatro homens no meio campo.
 
"A gente precisará girar a bola de um lado para outro até achar espaço. Além da defesa sólida, o Fluminense tem uma contra-ataque rápido. É um grande time e não é por acaso que está na parte de cima da tabela", avalia Larghi, que contará mais uma vez com Róger Guedes no ataque.
 
Artilheiro do Campeoanto Brasileiro com 6 gols, o jogador está sendo envolvido numa negociação com o futebol exterior e deverá deixar o Atlético na próxima janela de transferência. A partida contra o Ceará, na quarta-feira, poderá ser a última dele com a camisa alvinegra. 
 
Com 17 pontos, o Atlético quer a vitória contra o Flu e o Vovô para se garantir entre os três primeiros colocados antes da parada da Copa do Mundo. Léo Silva e Patric, que voltaram  ao time titular contra o América, deverão ser mantidos como titulares, nos lugares de Bremer e Emerson.
 
Já o Fluminense do técnico Abel Braga não vive bom momento - vem de duas derrotas (Paraná e Flamengo) e um empate (Grêmio). Extracampo, convive também com atrasos de salários e problemas com um patrocinador, que teria celebrado a vitória do Flamengo em suas redes sociais.
 
FICHA TÉCNICA
 
ATLÉTICO - Victor, Patric, Leonardo Silva, Gabriel, Fábio Santos, Adilson, Gustavo Blanco, Cazares, Luan, Róger Guedes e Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi.
FLUMINENSE - Júlio César, Gum, Renato Chaves, Ibañez, Richard, Gilberto, Luan Peres (João Vítor),  Richard, Jadson, Douglas, Sornoza e João Carlos. Técnico: Abel Braga.
HORÁRIO - 16h
LOCAL - Independência