Futebol bonito ou futebol de resultado? A pergunta é recorrente, principalmente quando o assunto é o tipo de jogo adotado pelo técnico Mano Menezes no Cruzeiro. E mesmo com o estilo "Manobol", a Raposa soma números expressivos em comparação com os demais rivais da Série A em 2018.

A vitória por 2 a 0 sobre o Flamengo no jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores, no Maracanã, não só colocou a Raposa em boa situação para se classificar à próxima fase da competição continental, como também fez com que o clube retomasse uma importante posição: a de equipe com o melhor aproveitamento do ano dentre as demais agremiações da Primeira Divisão Nacional.

Com o resultado no Rio de Janeiro, o time de Mano Menezes atingiu os 67,4% de aproveitamento em 2018, com 26 vitórias em 43 jogos. A Raposa ultrapassou o Palmeiras, que soma 65,2% de aproveitamento, mas com 44 partidas disputadas. Os números são do site Futdados, especialista em levantamentos estatísticos no futebol. 

A quantidade de vitórias do Cruzeiro (26) no ano também dá ao time celeste a condição de clube da Série A com mais triunfos até o momento. Superando, principalmente, o Palmeiras (25) e o próprio Flamengo, que venceu 23 vezes nesta temporada.

Outro destaque celeste no ano diz respeito ao sistema defensivo. Com Dedé e Léo vivendo grande fase, a média de gols sofridos do clube estrelado é a menor em 2018: 0,63 gol por jogo. Para se ter ideia, o Vasco, pior no ranking de média de gol, sofreu 1,58 gol por partida em 2018, quase o dobro do Cruzeiro.

Mudança no ranking

 O Palmeiras enfrenta nesta quinta-feira (9) o Cerro Porteño-PAR no jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores. Mesmo se o Verdão vencer, a Raposa não deixa o primeiro posto no ranqueamento. A partida entre paulistas e paraguaios acontece no estádio Olla Azulgrana, em Assunção, capital do Paraguai.