O América entrou em campo, na tarde deste domingo (9), no Independência, sabendo que dificilmente ficaria fora da semifinal do Campeonato Mineiro. Precisaria de muito azar para tal. Só que teve de lutar para arrancar um empate diante do Villa Nova, já desclassificado.

O momento marcante do duelo em 1 a 1 foi o gol do Coelho, marcado pela revelação Matheusinho, o primeiro do garoto no time profissional. A equipe alviverde, com a manutenção do terceiro lugar na tabela, pegará o Cruzeiro nas semifinais. Irá encarar a Raposa, assim como em 2016, em duas partidas, sendo a primeira no Independência.

O Villa, que conseguiu escapar da degola após troca de comando, abriu o placar logo aos 9 minutos de jogo, com Bruno Ré, que estava impedido. O Leão termina o campeonato em 9º lugar, com apenas 11 pontos. Já o Coelho termina a primeira fase do torneio em 3º lugar, com 19 pontos somados, o mesmo da URT, mas com três gols de saldo a mais que a URT (6x3).

Com os mesmos classificados que em 2016 (algo inédito desde que o Mineiro adotou a fórmula de 12 participantes, em 2004), o América espera que o desfecho seja o mesmo. Afinal, eliminou a Raposa na semifinal e foi campeão estadual, derrubando o Galo na decisão.

INDEPENDÊNCIA
O jogo entre Coelho e Leão marcou o primeiro evento esportivo do Independência após o estádio receber a instalação de arquibancadas modulares. A polêmica ação da LuArenas - administradora do estádio -, em discordância com o América - proprietário - ainda não está pronto.

A Justiça de Minas Gerais, inclusive, ao avaliar uma ação ingressado pelo clube alviverde, que pede a paralisação e remoção da arquibancada provisória, já determinou que não seja comercializado ingressos para este novo setor, ainda sem definição de nascimento.