Com uma série negativa desde que assumiu o comando do Corinthians, o técnico Osmar Loss aposta na parada do Brasileirão, em razão da disputa da Copa do Mundo da Rússia, para reorganizar o time e se recuperar na tabela do campeonato.

Desde a saída de Fábio Carille, Loss comandou o Corinthians em sete jogos. Foram quatro derrotas, dois empates e apenas uma vitória. O último revés aconteceu na noite desta quarta-feira, (13) diante do Bahia, pelo placar de 1 a 0, na Arena Fonte Nova. Foi o último jogo da equipe antes da interrupção do campeonato.

"O Corinthians está trabalhando. Alessandro, Duílio e Andrés estão se mobilizando para trazer reforços para repor as possíveis perdas que vamos ter. Eu reforço ao torcedor: vamos estar fortes após a Copa", garantiu o treinador, que evitou citar nomes e negociações.

A busca por reforços é necessária porque o time ainda sofre com problemas de lesões e com a saída de jogadores, caso do volante Maycon, negociado com o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia. O jogador fez seu jogo de despedida do time paulista na quarta.

Sem Maycon, o Corinthians só volta a campo na segunda metade de julho, após o término da Copa do Mundo. Até lá, viverá a pressão pelo desempenho recente e pelo décimo lugar no Brasileirão, com 16 pontos em 12 rodadas.

"Tem que tirar essa vantagem que os outros clubes abriram. Esses pontos não vão ser perdidos. Eu falei que não estávamos terminando uma competição, e sim terminando uma partida da competição. Temos que ter consciência que não fomos bem nesses primeiros jogos. A busca agora é resgatar esses pontos", declarou Loss.