Se antes da Copa do Mundo o Mineirão era a casa do Atlético, após o maior evento esportivo do planeta o principal palco do futebol mineiro virou mera opção para os grandes jogos do alvinegro ou para ajudar o time nos momentos difíceis. Local das voltas olímpicas da Libertadores de 2013 - com recorde de renda - e da Copa do Brasil (como visitante) e Recopa de 2014, o Gigante da Pampulha, na próxima quarta-feira (2), novamente abrirá os portões para se colorir de preto e branco.

Precisando vencer o líder Corinthians para seguir na cola do pelotão de frente do Campeonato Brasileiro e também para se distanciar da zona de rebaixamento, o Galo espera que mais de 40 mil torcedores estejam no estádio para empurrar o time na 18ª rodada, penúltima do primeiro turno da competição nacional. 

Há 165 dias sem pisar no Mineirão como mandante, a equipe, atualmente comandada pelo campeão olímpico Rogério Micale, recebeu nesta segunda (31), as boas vindas do anfitrião. Através do perfil no Twitter, o Gigante - casa fixa do Cruzeiro, arquirrival do Atlético -, deixou o recado "de saudade" aos atuais campeões estaduais.

A última vez que o alvinegro exerceu o mando no estádio foi na quarta rodada do Mineiro, no dia 19/2, quando goleou o América por 4 a 1.