Com um time repleto de garotos do Sub-20 e ainda desfalcado de um dos dois únicos jogadores mais experientes, o Atlético entra em campo pela primeira vez em 2018 nesta quinta-feira (11), às 22h, nos Estados Unidos.

Será o primeiro jogo do clube na Florida Cup, medindo forças contra o Rangers-ESC, com transmissão da Band e do SporTV. Comandado pelo técnico Caio Zanardi (ex-comandante da extinta "equipe b"), o Galo só terá no volante Adilson a sua principal referência.

Com uma pré-temporada curta, o clube mineiro decidiu repetir a estratégia de 2017 e enviar um time alternativo para o torneio. E o que havia ocorrido com Carlos e Patric no ano passado voltou a acontecer, desta vez com Erazo. 

O zagueiro de 29 anos foi emprestado ao Vasco, ontem, e deixou a delegação atleticana nos Estados Unidos rumo ao Rio de Janeiro para assinar contrato de empréstimo por 12 meses em São Januário. Tudo depende, porém, dos exames médicos. O atleta sofre de problemas no joelho direito e disputou apenas três jogos na temporada de 2017, sendo a última ainda em junho.

Clique para ampliar

Sem “El Elegante”, o Galo terá pela frente um time que patina no Campeonato Escocês (terceiro colocado, atrás do líder Celtic e do Aberdeen), e que passou vexame na primeira fase da Liga Europa, tendo sido eliminada pelo Progrès Niederkorn, de Luxemburgo.

O técnico Graeme Murt levará a campo uma equipe reserva, com apenas dois jogadores que foram titulares no duelo contra o arquirrival Celtic, em 30 de dezembro: Ross McCrorie e Declan John.

Os jogadores mais renomados da equipe escocesa são o zagueiro português Bruno Alves e o croata Niko Kranjcar. Ambos, porém, estão indisponíveis para a partida.

Última viagem 

O Atlético assinou um contrato de três anos com a empresa 2SV Sports para participar das edições da Florida Cup 2016, 2017, 2018. Só levou time titular na primeira vez, quando venceu o torneio com duas vitórias (sobre Schalke 04 e Corinthians). 

Assim, depois enfrentar o Atlético Nacional de Medellín-COL, neste domingo (14), o Galo deverá se despedir de vez do evento. 

O clube mineiro cogitou cancelar a participação no ano passado, mas há uma multa de 200 mil dólares contra tal decisão. O jeito encontrado foi enviar um time reserva, mesmo que esta medida tenha desagradado aos organizadores da competição.