A caminhada do América na luta pelo retorno à elite do futebol brasileiro continua hoje, às 21h30, contra o Goiás. Após empatar por 0 a 0 com o Náutico, na primeira rodada da Série B, o Coelho joga pela primeira vez com o apoio de seus torcedores.

Para o confronto desta noite, no Independência, um jogador em especial sabe bem as características do time esmeraldino. O meia Renan Oliveira, contratado no início da temporada pelo alviverde mineiro, foi peça fundamental do Goiás em 2012 e 2013.

Pelo rival desta sexta-feira, Oliveira disputou 80 jogos, marcou 13 gols e ainda conquistou o título da Segundona e do Campeonato Goiano. 

“Foi uma passagem muito positiva. Tenho boas recordações, mas isso faz parte do passado. Hoje estou defendendo o América e é isso que importa”, comenta o meia.

“Vou entrar em campo focado para buscar nossa primeira vitória, que será muito importante neste início de campeonato. Conseguimos um empate fora de casa contra um grande adversário, agora é dar sequência para largar bem”, acrescenta.

Na atual temporada, Renan Oliveira acumula 16 partidas e dois gols marcados com a camisa americana.

Retrospecto positivo

Se pelo Goiás o meia tem boas lembranças, o mesmo vale quando o jogador enfrentou o adversário. Em sete jogos disputados, foram três vitórias, três empates e apenas uma derrota para o clube alviverde. 

Além disso, na Série A de 2010, o camisa 10 marcou um gol no Goiás quando defendia o Atlético, no triunfo, em casa, por 3 a 1. “Com certeza é um ótimo retrospecto. Serve de motivação para mim, mas esses números não entram em campo. Vou buscar dar o meu melhor para ajudar a equipe e, se conseguir manter esse bom desempenho, melhor ainda”, finaliza.

A grande novidade na semana foi a renovação do contrato do técnico Enderson Moreira. Com vínculo encerrando neste mês, o comandante está – teoricamente – garantido no clube até dezembro.