Com a esperança de melhores resultados na temporada depois de uma terceira troca de técnico em 2018, o Botafogo vai a campo às 11 horas deste domingo, contra o Paraná, comandado por Zé Ricardo pela primeira vez. A estreia do treinador vai acontecer como visitante, no Estádio Durival Britto, em Curitiba.

O Botafogo não vive situação dramática na tabela do Brasileirão, já que ocupa a 11ª posição após 17 jogos, com 21 pontos conquistados, mas ganhou apenas uma partida após a pausa das competições de clubes para a disputa da Copa do Mundo. Depois de três derrotas e uma vitória no torneio nacional, e um revés na Copa Sul-Americana, Marcos Paquetá foi substituído por Zé Ricardo.

Ainda sem o novo treinador, o Botafogo empatou com o Santos por 1 a 1 na última rodada disputada pelo Brasileirão, no Engenhão, no Rio. Agora Zé Ricardo já assumiu o cargo e teve uma semana cheia de trabalho para preparar a equipe antes do duelo com o Paraná. A equipe curitibana é a lanterna da competição, com 13 pontos.

"A maneira com que o Paraná vem atuando não condiz com essa situação na tabela", opinou Zé Ricardo em coletiva de imprensa na sexta-feira. "É um time que tem feito bons jogos. Dos números que a gente recebe, os indicadores são bons da equipe em campo. Vai fazer um jogo forte em Curitiba, mas é uma partida que a gente também precisa vencer", comentou o técnico botafoguense.

Para o duelo, o Botafogo ainda não vai contar com os goleiros Jefferson, que sofreu um trauma no tórax há 20 dias, e Gatito Fernández, em recuperação de uma lesão sofrida no punho em abril, portanto Saulo será mantido na equipe titular.

Os laterais-esquerdos Gilson, que contra o Santos cumpriu suspensão por cartões amarelos, e Moisés, desfalque há uma semana por causa de um desconforto muscular, voltam a ser opções, enquanto o resto do time deve ser o mesmo da rodada passada.