A estreia do América na Copa do Brasil, marcada para as 19h30 desta quarta-feira (9), diante do Palmeiras, traz consigo dois desafios para o alviverde mineiro. Caso supere a equipe paulista no confronto de ida e volta, o Coelho avançará pela primeira vez às quartas de final do torneio. E, se vencer hoje, alcançará o primeiro triunfo sobre um “grande” da Série A na atual temporada.

Esta última missão, inclusive, é a que mais gera dor de cabeça ao técnico Enderson Moreira e seus comandados. Para se ter ideia, em 2018, o América foi derrotado por Cruzeiro e Atlético (duas vezes) no Campeonato Mineiro, e por Vasco e Flamengo no Brasileirão.

“O Palmeiras tem um grande elenco, um grupo muito qualificado, realmente, que é reconhecido. Mas nós também temos qualidade deste lado. O América vai entrar nesta Copa do Brasil para procurar fazer história”, avalia o zagueiro Rafael Lima.

Sem favoritismo

Ligado nos comentários sobre o duelo, o capitão do Coelho critica quem já vê o adversário desta noite como o classificado para a próxima fase. “Provavelmente, 99,9% das pessoas apontam o Palmeiras como o franco favorito. Entretanto, nós precisamos nos preocupar é em fazer 180 minutos de forma qualificada e, ao fim desse período, ver se fomos merecedores e competentes para passar de fase”, acrescenta o experiente defensor.

História e dinheiro

Outros dois fatores que motivam o Coelho neste duelo com o time comandado por Roger Machado são a premiação – a equipe que avançar às quartas de final receberá R$ 3 milhões – e o fato de chegar, pela primeira vez, tão longe na competição nacional.

Cabe lembrar que, como foi campeão da Série B no ano passado, o América garantiu-se automaticamente nas oitavas. 

Assim como o Coelho, a equipe paulista também faz a estreia na Copa do Brasil nesta quarta-feira. A entrada nesta fase se deve à presença na Libertadores.

“Financeiramente e, também, em questão de moral, seria ótimo conseguirmos a classificação. Aliás, em todos os aspectos. O América é um clube que mantém seus salários em dia, mesmo com toda a dificuldade”, conclui o capitão. 

Para superar o Palmeiras, Enderson Moreira contará com os artilheiros da temporada. No ataque, ele poderá escalar Rafael Moura e Aylon, que balançaram as redes quatro e seis vezes, respectivamente.