Se o início de campanha dos representantes do interior de Minas nas Séries B, C e D do Campeonato Brasileiro gerou desconfiança e a quase certeza de fracasso geral, neste momento, passadas algumas rodadas, o panorama é diferente e muito mais animador.

Na Segunda Divisão, o Boa Esporte, apesar de figurar na zona de rebaixamento, está a cinco pontos do Santa Cruz, quarto colocado. O time de Varginha tem mais 30 rodadas pela frente para alcançar o acesso à elite.

Nesta terça (20), às 20h30, a Coruja pode melhorar a situação na tabela caso derrote o Paysandu, em Belém.

Na Série C, Tupi e Tombense, mesmo oscilando bastante nas seis primeiras rodadas, mantêm vivas as chances de classificação no Grupo B.

Apesar da derrota para o Mogi Mirim, por 2 a 0, o Galo de Juiz de Fora está a um ponto do Bragantino, último da faixa de classificação para as quartas de final.

No próximo sábado (24), o alvinegro da Zona da Mata recebe o Botafogo-SP, às 20h, no Mário Helênio.

Já o time de Tombos, que no fim de semana empatou por 0 a 0 com o de Bragança Paulista, tem a luz amarela acesa. Apesar de estar a três pontos da zona de classificação, o Gavião está a dois do rebaixamento. No domingo (25), às 15h, a equipe volta a campo e encara o Ypiranga, no Sul do país, pela sétima rodada.

Cabe lembrar que, na Série C, cada time faz 18 jogos na primeira fase; os quatro melhores de cada grupo se classificam às quartas.

Quarta Divisão

Por fim, vale destacara também as campanhas de URT, Villa Nova e Caldense na Série D.

O Trovão Azul, de Patos de Minas, com 60% de aproveitamento, supera até os grandes da capital – Atlético e Cruzeiro na Série A e América na Série B – neste quesito.
Com 9 pontos, no Grupo A12, o Bicampeão do Interior no Estadual pode se classificar à segunda fase até com derrota para a Portuguesa-RJ no domingo. Para isto, o Itumbiara não pode vencer o Audax.

No Grupo A13, o Leão do Bonfim, apesar da liderança, não está nada tranquilo. Para se garantir na fase seguinte, o time de Nova Lima não pode perder para o Bangu. O duelo, no Rio de Janeiro, está marcado para às 18h de domingo.

Já a Caldense, terceira colocada no A14, não tem escolha. Para não morrer na primeira fase da competição nacional, a Veterana é obrigada a vencer o Boa Vista, fora de casa, também no domingo. A partida será em solo carioca.