Formada na escolinha de futebol feminino do Atlético e revelada pelo extinto time alvinegro da categoria, a meia-atacante Aline Milene decidiu deixar o país em 2013 para buscar melhores oportunidades no esporte. Quase cinco anos depois, ela está de volta, agora para vestir a camisa da Seleção Brasileira.

Natural de Belo Horizonte, a jogadora se destacou atuando pelo Baylor Bears na Liga Universitária dos Estados Unidos (NCAA) e foi convocada pela primeira vez na carreira, para participar de um período de treinamentos na Granja Comary entre o último dia 16 de fevereiro e a quarta-feira desta semana (7).

É um sonho virando realidade. Uma grande oportunidade de crescer ao lado de atletas que eu conhecia pela televisão, vendo o trabalho que elas tiveram e as situações difíceis que enfrentaram para chegar onde estão”

Aline Milene

“Acho que é o sonho de toda menina que joga futebol no Brasil. Representar essa Seleção e poder treinar com tantas grandes jogadoras. É motivo de orgulho e uma grande oportunidade de crescimento. Elas me receberam muito bem, estão sempre me orientando. Me senti muito abraçada”, conta a mineira de 23 anos (veja o vídeo e a galeria de fotos abaixo).

A atividade serve de preparação para a Copa América, a ser disputada no Chile em abril. Trata-se da competição mais importante desta temporada para a equipe do técnico Vadão, pois oferece duas vagas na Copa do Mundo da França, em 2019, e na Olimpíada de Tóquio, em 2020.

“Estamos aproveitando para trazer algumas meninas mais jovens. A Aline Milene é uma jogadora de muita qualidade, que trouxemos para observar com um pouco mais de critério aqui perto de nós”, explicou o treinador em entrevista ao site da CBF. “Além das atletas com as quais nós já contamos, estamos pensando também na renovação para o futuro”, completou.

Aline Milene Seleção Feminina

Mineira foi convocada pela primeira vez na carreira, às vésperas da Copa América

 

Origem alvinegra

Atleticana de coração, Aline Milene subiu para o elenco principal do extinto time do Galo ainda aos 16 anos de idade e defendeu o clube até 2012, antes do encerramento das atividades da equipe.

Com a camisa alvinegra, a armadora chegou a disputar uma edição da Copa do Brasil e alguns jogos preliminares nos estádios Independência e Mineirão. No período, foi tetracampeã estadual (2009 a 2012), e conquistou ainda uma Taça BH e uma Copa Centenário da categoria.

 

Veja algumas jogadas de Aline Milene na liga norte-americana 

 

Verde e amarelo nos Estados Unidos

Em 2013, a jogadora foi para os Estados Unidos, por meio de um programa de intercâmbio, com bolsa de estudos para cursar a graduação em Administração (a formatura está prevista para este ano).

Coincidentemente, as cores do time da Baylor University são o verde e o amarelo. “Estamos extremamente felizes e orgulhosos por ela ter alcançado o sonho de representar a equipe principal do Brasil. A jogadora e a pessoa em que ela tem se transformado certamente serão um trunfo para qualquer equipe”, declarou o técnico Paul Jobson ao site da instituição.

Os elogios são merecidos. Na última temporada, o Baylor Bears fez a melhor campanha de sua história na liga, tendo avançado até o chamado Elite Eight, equivalente às quartas de final. Com sete gols e oito assistências em 23 jogos disputados, Aline Milene foi eleita para a seleção do campeonato e ganhou também o prêmio de melhor jogadora de ataque da fase final.