O técnico Mano Menezes recebeu nesta segunda-feira na Toca II os jogadores do Cruzeiro para o início da pré-temporada e o comandante da Raposa não poupou elogios ao elenco que terá em mãos para 2017. Em sintonia com o treinador, a diretoria celeste trabalha para definir o quanto antes a situação do grupo de atletas, e uma das pendências diz respeito ao lateral-direito Fabiano. 

Campeão Brasileiro pelo Palmeiras no ano passado, Fabiano se apresentou normalmente no CT azul nesta segunda-feira, mas em breve deve retornar ao alviverde. Cruzeiro e Palmeiras definem últimos detalhes para uma troca de jogadores. O time mineiro quer ficar com o polivalente meio-campista Robinho e, em contrapartida, deverá repassar o lateral para o time paulista.

Um dos detalhes que pesam para a indefinição é que o Palmeiras também tem interesse no atacante Willian Bigode. O Palestra paulista tenta arquitetar um negócio envolvendo Fabiano e Willian “Bigode” por Robinho. No entanto, a diretoria do Palestre mineiro só aceita liberar um dos jogadores para firmar o negócio. Fabiano é quem tem mais chances de ser envolvido na transação.

O nome de Willian surgiu como possibilidade no Palmeiras, muito pela ótima relação entre o empresário do atleta, Eduardo Uram, e Alexandre Mattos, diretor de futebol do Verdão. A dupla atua "em conjunto" em negociações desde os tempos de Mattos na Toca II em uma outra negociação. 

O negócio envolvendo Fabiano e Robinho, no entanto, não impede que o Palmeiras avance nas conversas para tirar Willian da Raposa. 

Troca

O Cruzeiro, que em 2014 adquiriu 40% de Fabiano - que à época atuava na Chapecoense - recentemente comprou mais 10% dos direitos do atleta. Com metade dos direitos do lateral, os dirigentes da Raposa aceitam trocar sua parte pela metade do “passe” de Robinho. 

Em entrevista coletiva na apresentação do elenco para a pré-temporada, o gerente de futebol estrelado, Paulo César Tinga, se esquivou de responder perguntas relacionadas aos negócios do clube.

“Isso na verdade é com o Vicintin, ele está decidindo. Fiquei com as coisas da minha chegada. Estão acontecendo essas decisões e em dois ou três dias deve ter uma decisão. Está aqui, apresentado, é um atleta que tem muito valor. Todo jogador que está aqui tem muito valor, acabou de ser campeão, fez o gol do título. Normal as especulações, está aqui e até o momento contamos com ele”, comentou.

Mano Menezes, um dos interessados diretos nessa definição – a lateral é um dos pontos críticos da equipe -, também preferiu deixar o assunto sob responsabilidade da diretoria.

“Essas questões vamos trabalhar internamente, como disse em dezembro. Para não expor o atleta, acho isso desrespeitoso tratar disso publicamente. Vamos fazer o que for melhor para o Cruzeiro”, disse.

No fim do ano passado, Mano Menezes já havia comentado que gostaria do retorno de Fabiano à equipe. 

Situação

O Palmeiras detém 50% dos direitos econômicos de Robinho, e pagou R$ 2,5 milhões pelo montante em janeiro de 2015. A outra metade está dividida entre Coritiba, antigo clube do jogador, e empresários. O Cruzeiro pagou 1,4 milhão de Euros por 40% de Fabiano, e depois fez a composição de mais 10%. A outra metade é dividida entre os agentes André Cury e Rogério Messias, também conhecido como “Titi”. 

Pelo Palmeiras no ano passado, Fabiano atuou em sete partidas e marcou um gol, exatamente o tento que garantiu o título palmeirense, de forma antecipada, da Série A do Campeonato Brasileiro, contra a Chapecoense, na 37ª rodada do Brasileirão. Robinho, por sua vez, teve papel de mais destaque com a camisa celeste. O volante, em 30 jogos, marcou sete gols e assistiu seus companheiros em 11 gols.