Depois de vencer o São Paulo, empatar com o Sport e vencer o Santos, nas três primeiras rodadas deste Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro encarava a sequência de jogos contra Chapecoense, no Mineirão, Bahia, na Fonte Nova, e Atlético-GO, também no Gigante da Pampulha, como a chance de alcançar uma boa pontuação antes de encarar, logo depois, os dois melhores times do Brasil: Corinthians e Grêmio.

Mas as coisas não funcionaram como o planejado. E o time de Mano Menezes viveu a partir do jogo contra a Chapecoense, em 4 de junho, no Mineirão, pela quarta rodada, seu pior momento neste Campeonato Brasileiro, pois em seis rodadas marcou apenas quatro pontos e passou a beirar a zona de rebaixamento.

Agora, a sequência que era encarada como a chave para o time garantir pontos que lhe garantiriam no G-4, antecede a partida de volta da decisão da Copa do Brasil, contra o Flamengo, dia 27, no Mineirão.

O último jogo desta sequência, diante do Atlético-GO, no Estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia, inclusive provoca uma ação do Cruzeiro nos bastidores na busca da sua antecipação. O confronto será em 24 de setembro, às 16h, apenas três dias antes da final da Copa do Brasil.

Como o Flamengo, o outro finalista, entra em campo pela 25ª rodada no  sábado, dia 23, para encarar o Avaí, às 19h, no Estádio Luso-Brasileiro, no Rio de Janeiro, o Cruzeiro tenta junto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a antecipação da sua partida contra o Atlético-GO para a mesma data. Ainda não há uma definição sobre o assunto, embora os goianos já tenham se manifestado abertos a essa possibilidade.

Nestes três próximos jogos, Mano Menezes terá de administrar a briga pela permanência no G-6 do Brasileirão, mas também a condição física dos jogadores por causa da volta da Copa do Brasil, que dá vaga na Copa Libertadores do ano que vem apenas ao seu campeão.
Portanto, nas próximas três semanas, o Cruzeiro terá que seguir dividido entre as duas competições. Se o título da Copa do Brasil vier, serão dois objetivos alcançados de uma vez: uma grande conquista e a vaga na Libertadores. Caso contrário, serão ainda mais 13 rodadas, após o confronto de 27 de setembro, contra o Flamengo, no Mineirão, para o time de Mano Menezes buscar uma vaga na principal competição sul-americana de clubes.


A SEQUÊNCIA NO TURNO

RODADA

DATA

PLACAR

ADVERSÁRIO

LOCAL

4/6

0 x 2

Chapecoense

Mineirão

8/6

0 x 1

Bahia

Fonte Nova

11/6

2 x 0

Atlético-GO

Mineirão

14/6

0 x 1

Corinthians

Arena Corinthians

19/6

3 x 3

Grêmio

Mineirão

22/6

0 x 1

Ponte Preta

Campinas


A SEQUÊNCIA NO RETURNO

RODADA

DATA

HORÁRIO

ADVERSÁRIO

LOCAL

23ª

10/9

19H

Chapecoense

Arena Condá

24ª

17/9

19H

Bahia

Mineirão

25ª

24/9

16h

Atlético-GO

Olímpico

26ª

1/10

16h

Corinthians

Mineirão

28ª*

7/10

16h

Ponte Preta

Mineirão

27ª

11/10

21h45

Grêmio

Arena do Grêmio

* Jogo antecipado por causa do show de Paul McCartney no Mineirão