Barba, cabelo e bigode. Depois dos títulos da Superliga Masculina de Vôlei e da Copa do Brasil de Futebol, o Cruzeiro conquistou outro título nacional em 2017. 

Jogando na Arena Independência, o Sada Cruzeiro venceu o João Pessoa Espectros por 30 a 13, neste domingo (10), e conquistou o Campeonato Brasileiro de Futebol Americano, logo na sua primeira participação no torneio. 

O destaque da partida foi o quarterback Álvaro Fadini, que, além de lançar para três touchdowns, ainda correu para mais um, sendo premiado como melhor jogador da partida.

Após a conquista,Fadini fez questão de destacar importância da torcida, que compareceu em bom número ao estádio. 

"Muito obrigado pelo apoio, eles (torcida) foram fundamentais. A pressão da torccida deixou o time deles nervoso, e isso facilitou muito o nosso trabalho". afirmou. 

Campanha perfeita

O que eleva ainda mais o feito da equipe comandada pelo técnico americano Daniel Levy é a campanha do time na competição. O Sada Cruzeiro venceu os nove jogos que disputou no campeonato, sendo cinco na fase de classsificação e mais quatro nos playoffs. 

Na primeira etapa do torneio, a Raposa bateu o Patriotas, o Flamengo Imperadores, o Corinthians Steamrollers e o Santos Tsunami, em partidas que valeram pela região Oeste, da Conferência Sudeste do campeonato. 

Pelas oitavas de final o Cruzeiro venceu o Botafogo Reptiles por 33 a 6. Nas quartas a vítima foi o Tritões, que perderam por 21 a 7.

No último desafio antes da decisão, o rival foi o Coritiba Crocodiles, que, apesar de ter feito um jogo equilibrado, sucumbiu a forte e embalada equipe do Sada e perdeu por 17 a 10.