O Cruzeiro tropeçou e começou o Campeonato Brasileiro com uma derrota na tarde deste sábado (14). O Grêmio venceu o confronto, por 1 a 0,com gol de André. Essa foi a primeira derrota do time celeste em casa nesta temporada.

O próximo jogo da equipe de Mano Menezes no Brasileirão será no próximo domingo, dia 22, contra o Fluminense, no Rio de Janeiro. 
Antes, porém, pela Copa Libertadores, o time enfrentará o Universidad Chile, em Santiago, na próxima quinta-feira, às 19h30, 

O jogo deste sábado (14) começou muito equilibrado, com muita bola rolando e poucas faltas. O Cruzeiro começou a chegar mais ofensivamente ao gol. Aos 19 minutos, em cobrança de falta, Robinho levantou a bola na pequena área, e Dedé subiu de cabeça, mas Grohe conseguiu pegar.

Dois minutos depois, em cobrança de escanteio de Thiago Neves, Henrique cabeceou para fora.

Apesar de o Cruzeiro conseguir chegar mais vezes ao gol, quem mais tinha posse de bola era o Grêmio. Até os 26 minutos, o time do Sul ficou com a bola em 70% do tempo do jogo. Ao Fim do primeiro tempo, o Cruzeiro somou cinco finalizações contra duas do visitante.

No segundo tempo o Grêmio começou mais ofensivo, e logo aos 9 minutos André abriu o placar. Após cruzamento de Ramiro pela direita, Cícero desviou e André, de carrinho, colocou a bola nas redes.

O jogo continou com boas chances em ambos os lados, mas ficou tenso na metade do segundo tempo, quando, aos 27 minutos, o zagueiro Kannemann foi expulso, após fazer falta por trás em Arrascaeta. O gremista, muito irritado, não aceitou a decisão da arbitragem.

Mesmo com dez em campo, o Cruzeiro não conseguiu aproveitar a vantagem para empatar e virar o jogo. Nos últimos dois minutos, o Cruzeiro até conseguiu avançar por três vezes pela direita, mas não marcou.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO
Fábio; Edílson, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Ariel Cabral (Mancuello), Arrascaeta, Robinho (Rafael Marques) e Thiago Neves; Rafael Sobis (Sassá). Técnico: Mano Menezes

GRÊMIO
Marcelo Grohe; Léo Moura, Paulo Miranda, Kannemann e Bruno Cortez; Maicon (Jailson), Arthur, Ramiro e Cícero; Everton (Michel) e André (Bressan). Técnico: Renato Gaúcho

GOL: André, aos 9 minutos do segundo tempo
ARBITRAGEM: Rodolpho Toski Marques, auxiliado por Bruno Boschilia e Victor Hugo Imazu dos Santos, todos do Paraná
CARTÕES AMARELOS: Ariel Cabral e Ramiro
CARTÕES VERMELHOS: Kannemann
PÚBLICO:  15.446 (pagante); 19.285 (presente)
RENDA: R$ 418.305