Os jogadores do Cruzeiro voltam aos trabalhos nesta segunda-feira, mas a goleada sofrida para o Santos, no último sábado, ainda é motivo de discussão entre os atletas da Raposa. O goleiro Fábio afirma que não gostaria de ter vivido uma situação como a que ocorreu no Independência, quando o torcedor celeste aplaudiu o craque Neymar, protagonista na vitória em cima dos cruzeirenses.

"É uma situação que ninguém queria, mas o Santos foi muito superior e o resultado condiz com essa superioridade. Nós temos que reconhecer os méritos de todos os jogadores do Santos, principalmente do Neymar, sem dúvida o maior jogador que temos no Brasil e que está disputando, com méritos, para ser o melhor do mundo", disse.

Fábio lamenta a campanha ruim do Cruzeiro, que não tem chances de chegar ao G4 e ainda corre risco pequeno de rebaixamento. O jogador argumenta que o revés ante o Peixe foi apenas mais um capitulo da história recente do Cruzeiro, que não tem conseguido mais brigar pelos títulos.

"Aconteceram várias coisas erradas na temporada passada e também nesta. Tudo isto reflete dentro de campo. Nós não conseguimos neutralizar o principal jogador deles, e isto influencia muito. A qualidade do Neymar sobressai e contagia os jogadores deles. Eles tiveram méritos, mas nós poderíamos ter marcado de uma forma diferente, mas, infelizmente, não conseguimos", afirmou.