O técnico Mano Menezes reconheceu que o Cruzeiro foi “dominado” pelo Grêmio na derrota deste sábado (14), por 1 a 0, no Mineirão, na estreia do time no Campeonato Brasileiro 2018.

“Enfrentamos o campeão da Libertadores. Um time que vem jogando futebol de alta qualidade nos últimos três anos, e impôs as dificuldades. Demoramos muito a pegar a bola, talvez em função do desgaste de correr atrás para tocá-la. O grêmio teve o controle do jogo”, afirmou.

Ele destacou que, no segundo tempo, o Cruzeiro conseguiu diminuir a diferença em relação ao adversário mas, mesmo com a entrada de Sassá no lugar de Rafael Sobis o meio de campo continuou sem conseguir produzir boas jogadas. “Tomamos um gol da maneira que não era para tomar, e aí deu uma condição muito melhor para o adversário administrar”, avaliou.

Em relação à vantagem que o Cruzeiro teve, com a expulsão de Kannemann, o técnico disse que o time não soube aproveitar que estava em maioria. “Com um homem a mais a gente foi para sufocar. Mas não foi um sufoco organizado. Foi uma pressão mais no abafa, e por isso saímos derrotados na primeira partida do Brasileiro”, reconheceu.