O dinamarquês Allan Simonsen morreu neste sábado (22) ao sofrer um grave acidente durante as 24 Horas de Le Mans, tradicional corrida disputada na França. O piloto de 34 anos chegou a ser levado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Simonsen, que disputava a prova pela sétima vez, perdeu o controle do seu Aston Martin nº 95 apenas dez minutos após a largada e acertou o muro na curva Tertre Rouge. A forte pancada destruiu parte do carro. Um dos pneus chegou a se soltar e rolar pela pista.

"Em sérias condições, Allan Simonsen foi transferido imediatamente para o Circuit Medical Centre, onde ele veio a morrer em razão dos ferimentos", registrou a organização da prova, em nota oficial.

Após o acidente, o carro de segurança interveio na corrida, que não foi paralisada pelos organizadores, durante a primeira hora. A Aston Martin afirmou que não vai sair da prova, a pedido da família, que pediu a permanência da equipe na prova em um tributo ao dinamarquês.

A famosa corrida, que só terminará neste domingo, conta com dois brasileiros na disputa. Bruno Senna e Lucas Di Grassi, ex-pilotos da Fórmula 1, integram equipes diferentes em Le Mans.

A morte de Allan Simonsen é a primeira desde o acidente do francês Sebastien Enjolras durante o treino, em 1997. Durante a corrida, é o primeiro incidente fatal desde o falecimento do austríaco Jo Gartner, em 1986.