Motivado pelo novo contrato com a Ferrari, anunciado na terça-feira, o finlandês Kimi Raikkonen brilhou no primeiro treino livre do GP da Bélgica de Fórmula 1, no tradicional circuito de Spa-Francorchamps. O piloto da Ferrari foi o mais rápido da sessão, marcada por batida de Felipe Massa, deixando para trás o inglês Lewis Hamilton, da Mercedes, e o alemão Sebastian Vettel, seu companheiro na Ferrari.

Raikkonen cravou o melhor tempo da sessão inicial, com 1min45s502, no retorno da F-1 após o recesso de verão europeu, que deixou os pilotos fora da pista por um mês. Maior candidato a desbancar Vettel da liderança do campeonato, Hamilton anotou 1min45s555. Vettel, terceiro mais veloz do treino, marcou 1min45s647.

Este equilíbrio de forças, contudo, poderá mudar nos dois próximos treinos livres na Bélgica. Isso porque ambos os pilotos da Ferrari contaram com pneus ultramacios, os mais rápidos compostos da Pirelli, enquanto Hamilton foi para a pista com os macios, os mais duros à disposição em Spa - são os menos velozes, portanto. O mesmo aconteceu com o finlandês Valtteri Bottas, companheiro do inglês na Mercedes, que foi o sexto mais rápido (1min46s424).

O primeiro treino desta sexta foi marcado por uma batida forte de Felipe Massa contra a barreira de proteção. Quando a sessão tinha ainda apenas 17 minutos (de 1h30min de duração), o piloto da Williams perdeu o controle do carro, saiu da pista e atingiu a barreira. O treino chegou a ser interrompido, com bandeira vermelha.

O choque, contudo, não preocupa. O brasileiro saiu do carro sozinho e deve participar normalmente da segunda sessão livre. Massa ficou de fora da última etapa do campeonato, na Hungria, por ter sofrido tontura e mal-estar. Na quinta, ele revelou que teve vertigem nos treinos daquela etapa. No mesmo dia, foi submetido a exames e liberado para correr em Spa.

Massa não registrou tempo nesta sessão inicial na Bélgica, apesar de ter completado três voltas no traçado. Seu companheiro de Williams, o canadense Lance Stroll, foi o 15º do treino, com 1min48s541.

O Top 10 do primeiro treino livre contou ainda com a dupla da Red Bull completando os cinco primeiros lugares. O holandês Max Verstappen foi o quarto mais veloz, com 1min46s302, enquanto o australiano Daniel Ricciardo anotou o quinto tempo, com 1min46s352.

O espanhol Carlos Sainz Jr., da Toro Rosso, foi o sétimo mais veloz, com 1min47s446, seguido pelo francês Esteban Ocon, da Force India, com 1min47s670. O russo Daniil Kvyat (1min47s851), da Toro Rosso, e o local Stoffel Vandoorne (1min47s865), da McLaren, completaram o Top 10.

O segundo treino livre na Bélgica terá início às 9 horas (horário de Brasília). No sábado, os pilotos vão disputar o treino classificatório também às 9hs. Neste mesmo horário, no domingo, será a largada da corrida.