Caso vença o Avaí na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, domingo que vem (17), o Atlético chegará a 33 pontos no torneio. Tal pontuação poderá alavancar o Galo, no máximo, à 8ª posição na tabela. Se conseguir dar o maior salto possível nesta 24ª rodada, o time de Rogério Micale volta a ocupar a máxima colocação já atingida na edição 2017 do torneio.

Atualmente com 30 pontos e na 11ª colocação, o Atlético precisaria, no entanto, não só de vencer o adversário catarinense fora de casa (no Estádio da Ressacada). Teria de torcer por duas combinações de resultados. Uma delas seria o empate entre Atlético-PR e Fluminense.

Os paranaenses recebem o tricolor carioca na Arena da Baixada. E ambos estão logo à frente do Atlético na classificação, com 31 pontos. Quem também tem 31 pontos é o Vasco, o 8º colocado. Assim, além de torcer por um empate no duelo Furacão x Flu, o Galo também seca o Vasco que tem a dura missão de enfrentar o Corinthians na Arena Itaquera. Os dois jogos de atenção especial do Atlético serão às 16h de domingo, enquanto o alvinegro entra em campo às 11h.

Se conseguir a vitória e as duas combinações, o Atlético voltará à oitava posição, ocupada duas vezes neste Brasileiro, sendo a primeira logo na rodada inicial do torneio, quando empatou com o Flamengo. Depois, o Atlético conseguiria ter a máxima aproximação do G6 apenas na 11ª rodada, quando venceu o Cruzeiro por 3 a 1. Voltou à oitava colocação, mas logo despencaria para 15º após duas derrotas seguidas (Corinthians e Grêmio).

Recuperando pontos perdidos no primeiro turno (vitória contra Flamengo e Ponte Preta), o Atlético ainda patina na tabela, principalmente com derrotas para o Fluminense e um novo empate diante do Palmeiras. Atualmente, o G6 tem a última vaga a quatro pontos de distância para o Galo, que é justamente onde se encontra a Raposa, seguida pelo Botafogo, com os mesmos 34 pontos.