Em quinto lugar e a poucos pontos dos concorrentes diretos, o Minas Tênis Clube ainda sonha com a classificação entre os quatro melhores times da Superliga Masculina 2017/18, posição que garante a vantagem do mando de campo nas quartas de final do torneio.

Nesse contexto, a equipe de Belo Horizonte inicia nesta quinta-feira (8) uma sequência decisiva na competição, ao visitar o Sesi-SP, às 19h, no Ginásio da Vila Leopoldina, em São Paulo. A partida, válida pela quinta rodada do returno, abre uma série contra todos os quatro times que aparecem atualmente na zona superior da tabela.

Os paulistas ocupam a terceira posição, com quatro pontos a mais. Após o compromisso de hoje, a equipe do técnico Nery Tambeiro ainda receberá o quarto colocado EMS/Funvic/Taubaté (dia 17), e visitará tanto o líder Sada/Cruzeiro (21) quanto o vice Sesc/Rio de Janeiro (24).

No primeiro turno, o Minas derrotou o Sesi em casa, de virada, por 3 sets a 1 (parciais 20/25, 25/23, 25/21 e 25/22). Agora, a equipe da Rua da Bahia vem de três vitórias consecutivas por 3 a 0, sobre Corinthians/Guarulhos, Montes Claros e Renata/Campinas.

Para o oposto Felipe Roque, é preciso aproveitar o momento de evolução para buscar mais um triunfo no confronto direto. “O nosso time vem em uma crescente boa. Ganhamos alguns jogos por 3 a 0, e isso é muito bom. Temos uma sequência pesada pela frente e temos que beliscar pontos contra os grandes”, avalia o destaque de apenas 20 anos.

“Essa é uma partida que vai exigir uma concentração maior da nossa parte. Enfrentar jogadores de nível de Seleção Brasileira não é uma tarefa fácil. O objetivo é fazer uma boa partida e, quem sabe, sair com a vitória para colar nos quatro times de cima”, completa o central Flávio, terceiro melhor atacante e bloqueador da Superliga.

Finalista da última Copa Brasil, o Sesi vem de cinco vitórias consecutivas e conta com uma constelação formada pelos campeões olímpicos William, Lipe, Douglas Santos e Lucão, dentre outros destaques.

Mesmo jogando em casa, a equipe mostra muito respeito ao Minas. “Não fizemos um bom jogo lá em Belo Horizonte no primeiro turno. Eles têm uma base, estão muito entrosados e conseguiram encontrar ainda mais equilíbrio com as chegadas do Marlon (levantador) e do Bob (ponteiro)”, elogiou Lucão.

Superliga Feminina

Um confronto direto pela terceira colocação movimenta hoje o complemento da oitava rodada do returno da Superliga Feminina. Empatadas com 40 pontos, Camponesa/Minas e Nestlé/Osasco se enfrentam às 19h, na Arena JK, em Belo Horizonte, com transmissão ao vivo do canal SporTV 2.

O duelo é mais importante para a equipe mineira, que já disputou uma partida a mais em relação às paulistas (jogo antecipado pela décima rodada). Atualmente, o Osasco ocupa o terceiro lugar, nos critérios de desempate, com vantagem no número de vitórias (14 a 13).

Também hoje, o Dentil/Praia Clube defende a liderança e a invencibilidade na competição (51 pontos) diante do lanterna Sesi-SP. O duelo será disputado a partir das 19h30, em Uberlândia, no Triângulo Mineiro.