A eliminação do Atlético na Copa Libertadores custou o emprego do técnico Diego Aguirre. O desligamento do uruguaio foi anunciada pelo presidente Daniel Nepomuceno em coletiva, na Cidade do  Galo, na tarde desta quinta-feira (19). Em pronunciamento, o treinador uruguaio afirmou que partiu dele a decisão de deixar o cargo do clube mineiro.

"Venho aqui comunicar que tomei a decisão de deixar o clube. O principal objetivo que era a Libertadores não foi possível, como vocês viram ontem (quarta), e ficamos fora", disse Aguirre. O discurso do treinador, seguido pelas palavras de Nepomuceno, não foi aberto para pergunta dos jornalistas.

Durante sua passagem pelo Galo, Diego Aguirre venceu a Flórida Cup, perdeu a final do Campeonato Mineiro para o América, foi eliminado da Copa Sul-Minas-Rio ainda na primeira fase e se despediu da Libertadores nas quartas-de-final pelo São Paulo. 

No Campeonato Brasileiro, o treinador realizou apenas uma partida, contra o Santos, que venceu por 1 a 0. Sob seu comando, foram 54 gols a favor e 26 contra. O aproveitamento do time foi de 59,1%, no geral. Mas contabilizando apenas os jogos oficiais, foram 56,3%.

O presidente do Atlético falou rapidamente sobre a passagem de Aguirre no Galo, a qual durou cinco meses, e garantiu não ter procurado ainda o substituto. Mesmo que o nome de Marcelo Oliveira tenha crescido nos bastidores do clube.

"Não conversei com treinador nenhum e quando acontecer vocês serão informados. Não é uma tarde boa para o clube".

O DESEMPENHO DE AGUIRRE NO ATLÉTICO

COMPETIÇÃO J V E D GF GC S A (%)
Amistoso 2 2 0 0 4 0 4 100
Mineiro 15 7 4 4 31 14 17 55,5
Sul-Minas-Rio 3 0 1 2 2 5 -3 11,1
Libertadores 10 6 2 2 16 7 9 60
Brasileiro 1 1 0 0 1 0 1 100