Apesar de ter o amor pelo Rio de Janeiro eternizado na pele, numa tatuagem que retrata os Arcos da Lapa e o calçadão de Copacabana, foi em Varginha, no Sul de Minas, que o volante Radamés deu a volta por cima no futebol e superou um dos momentos mais difíceis da carreira.

Em agosto de 2015, o jogador, de 31 anos, sofreu uma séria lesão no joelho e ficou de molho por mais de um ano. Em 2017, totalmente recuperado, ganhou a faixa de capitão e é uma das principais peças do time que conseguiu o acesso à elite do Estadual.

“Não escolhi o Boa querendo fugir de eixos mais famosos do futebol. Foi o clube que me escolheu. Fui muito bem recebido em Varginha. É um lugar pelo qual tenho muito carinho e respeito. Estou muito feliz e é um casamento que deu certo”, diz o volante.

Revelado pelo técnico Abel Braga, em 2006, quando atuava pelo Fluminense, Radamés, mesmo defendendo outros times, sempre que pode visita a Cidade Maravilhosa.

Salgueirense de coração, o meio-campista curte os momentos livres com família e amigos. Conciliar a agenda pessoal com a vida corrida da esposa, a atriz Viviane Araújo, é um dos desafios por morar em Minas Gerais.

Líder nato
Feliz com a garantia do acesso ao Módulo I, o capitão do Boa espera que a campanha seja coroada com o título, no sábado (20). Para isso, o time precisa vencer o Uberaba, fora de casa, e torcer por um tropeço da Patrocinense contra o Nacional.

“Começamos inconstantes a competição, mas no hexagonal nos encontramos. Muitos achavam que não conseguiríamos classificar e hoje estamos brigando pelo título”, comenta o carioca. “Estamos tranquilos, até porque o primeiro objetivo já foi alcançado. Esperamos que o título venha para Varginha”, acrescenta.

Em relação ao futuro, quando pendurar as chuteiras Radamés rechaça ficar longe do futebol. Iniciando estudos, inclusive, ele se prepara para se tornar gestor ou técnico. O única tema que evita abordar é a passagem do goleiro Bruno Fernandes pelo clube boveta. Segundo ele, por orientação da diretoria.

Série B
Antes de tentar levantar o caneco no Estadual, o Boa entrará em campo, nesta terça-feira (16), pela Série B do Brasileirão. Após estrear com derrota, por 1 a 0 para o Vila Nova-GO, em Varginha, a Coruja encara o Ceará, às 21h30, no Castelão, em Fortaleza.