Entrar em campo amanhã, contra o Patrocinense, não mudará absolutamente em nada a situação do Nacional, de Muriaé, que não tem mais chances de ascender à elite do futebol mineiro. O jogo, porém, pode interferir diretamente na briga pelo caneco do Módulo II do Estadual, entre o time de Patrocínio e o Boa Esporte, de Varginha.

O grande detalhe para o duelo no Júlio de Aguiar, marcado para às 16h, é a situação de desmanche vivida na equipe de Muriaé. Do elenco que disputou a competição, apenas 13 jogadores permaneceram para o último jogo, sendo três deles goleiros.

Com salários atrasados, o grupo se desfez e quem ficou ameaçou não viajar para o jogo caso os vencimentos de abril não fossem quitados. Quem resolveu não continuar, também não teve garantia de pagamento.

O presidente do clube, José Geraldo Pimentel, por sua vez, promete que ninguém ficará sem receber. Segundo ele, o Nacional tem dinheiro em caixa para quitar os vencimentos.
“Eles (jogadores) estão no direito deles. Todos os clubes têm atravessado um momento difícil, mas temos receita para arcar com os compromissos”, disse o cartola ao site Globoesporte.com.

“A diretoria pediu um prazo para fazer o pagamento e um acordo foi feito com cada um dos profissionais que já deixaram o Nacional. Temos a receita para quitar tudo; Vamos pagar até o último centavo”, acrescentou.

Promessa não cumprida

Além dos salários atrasados, outro problema a ser administrado pelo presidente do Nacional é o não cumprimento de uma promessa feita ao grupo, na primeira fase do Módulo.

Conforme apurou a reportagem do Hoje em Dia, José Geraldo prometera que, em caso de classificação ao hexagonal final, um “bicho” de R$ 50 mil seria dividido entre jogadores e comissão técnica. Deste valor, porém, apenas R$ 15 mil foram pagos.

Festa programada

Garantida na Primeira Divisão do Campeonato Mineiro em 2018, após 23 anos longe da elite, a Patrocinense espera coroar a bela campanha no Módulo II com o título da competição.

Caso vença o Nacional e o Boa tropece diante o Uberaba, o caneco irá para o Triângulo Mineiro. Nas redes sociais, torcedores da Águia já planejam a festa pela cidade, caso o time dê a volta olímpica. Na classificação antecipada, garantida após a derrota do Betinense para o Nacional, houve buzinaço e carreata.

5