O técnico Enderson Moreira encerrou, na manhã desta terça-feira (6), a preparação do América para enfrentar a Caldense. Já classificado às quartas de final do Campeonato Mineiro, o Coelho enfrenta a equipe do Sul de Minas nesta quarta (7), às 19h30, no Independência, pela décima rodada do Campeonato Mineiro, e busca confirmar a vice-liderança da primeira fase.

O alviverde da capital, que soma 17 pontos, sete a mais que o adversário, precisa de uma vitória nos últimos dois jogos para garantir a segunda colocação em definitivo. A grande novidade para o duelo é o retorno do goleiro João Ricardo, recuperado de lesão.

Nesta manhã, as atividades começaram cedo ao CT Lanna Drumond. Os atletas que foram titulares diante do Democrata, no último domingo, realizaram exames de rotina. Na sequência, jogadores e comissão técnica foram para o auditório assistir a vídeos do próximo adversário.

Depois, os fizeram trabalhos físicos na academia e, por fim, dentro de campo, o treino se encerrou com o tradicional rachão. O atacante Rafael Moura, com um incômodo no púbis direito, não participou da última parte do treino.

O volante Zé Ricardo, que se recupera de lesão no adutor direito, realizou trabalhos físicos em campo e ainda não treinou com bola. Giovanni, com um edema na coxa direita, e Lima, com dores nas costas, seguem em tratamento.

Logo após o treino, a delegação seguiu para a concentração no hotel Ímpar Cidade Nova, onde ficará até momentos antes do jogo contra a Caldense.

Cautela

Sobre o adversário, o zagueiro e capitão Rafael Lima pede cautela. Apesar de figurar na décima colocação, para ele, é preciso todo cuidado para não ser surpreendido pelo Periquito na Arena Independência.

"Acho que a pontuação não condiz muito com a realidade deles. O próprio Democrata vem fazendo bons jogos. Às vezes você não começa bem o campeonato e a cabeça trabalha contra. Quando a confiança não está elevada, você faz tudo certo e acaba dando errado. Independentemente da posição do adversário, todo jogo é difícil. A Caldenses venceu o Atlético-MG no Independência, então, não tem como dizer que eles não têm qualidade. Vai ser um jogo muito difícil", comenta Lima.