Bicampeã olímpica, heptacampeã do Grand Prix, pentacampeã da Superliga... A prateleira de Fabiana Claudino está muitíssimo bem servida de títulos. A central mineira, porém, ainda não está satisfeita. Em entrevista que será publicada no Papo em Dia deste domingo (30), a jogadora garante estar bastante motivada para liderar o Dentil/Praia Clube de Uberlândia na busca pelo inédito título nacional.

Atual vice-campeão da Superliga, o time do Triângulo Mineiro estreou com uma difícil vitória fora de casa sobre o Renata/Valinhos/Country (SP), por 3 sets a 1, nesta quinta-feira (27). Confira um trecho da conversa com a ex-capitã da Seleção Brasileira Feminina de Vôlei:

Dentre os fatores que te atraíram a acertar com o Praia, qual foi o preponderante?

O projeto me chamou atenção, a vontade de todos em que eu fizesse parte desse sonho do clube. Isso me alimenta, me faz querer mais e mais, sabe? Aqui tudo tem sido ótimo! As condições de trabalho, as pessoas, comissão, jogadoras... Me senti muito bem recebida e estou feliz!

Qual é o tamanho da responsabilidade que você assume, por ter chegado como grande contratação da temporada?

Eu nunca fugi de nenhuma responsabilidade. Carrego sempre, com muita noção do que preciso fazer. Eu visto a camisa onde quer eu vá, e nunca deixo ‘metade’. Sou movida a desafios e gosto disso. Vamos batalhar pelo nosso espaço e pelo nosso sonho.

Leia mais:
Com 20 campeões olímpicos, Superliga 2016/17 tem expectativa de alto nível e mais equilíbrio