O Cruzeiro vencia o Corinthians por 2 a 1 no amistoso disputado em São Paulo nesta quarta-feira, quando o árbitro Lucas Canetto Bellote assinalou pênalti de Fábio no atacante corintiano Roger, aos 17 minutos do segundo tempo.

O lance gerou confusão, os jogadores da Raposa pressionaram a arbitragem anteriormente à cobrança e após o meia Jadson desperdiçar o lance. E o goleiro Fábio foi flagrado pelas câmeras mandando um recado direto para Roger antes do tiro penal: “Agora você vai lá falar”, citando que o atacante do time adversário tinha que conversar com o juiz e dizer que não havia sofrido qualquer toque do camisa 1 celeste.

Após a partida, que terminou empatada em 2 a 2, o goleiro cruzeirense explicou o que ele queria no momento em que se dirigiu ao atacante do Corinthians.

“Coisas de jogo, mas a consciência de cada um. É um lance difícil até para ele ali reconhecer que não tinha acontecido nada, mas também joga uma carga muito pesada em cima do árbitro que já é tão cobrado dentro do nosso futebol. Aí gera depois, na sequência das outras jogadas, sempre desconfiança e uma cobrança tanto do lado do Cruzeiro como do Corinthians muito maior em cima do árbitro, e isso pode prejudicar o andamento da partida. Situação difícil e delicada e entendo o que o Roger enfrentou”, respondeu.