A Federação Mineira de Futebol (FMF) publicou nesta segunda-feira (5) uma pequena alteração no regulamento do Campeonato Mineiro de 2018.

O objetivo, segundo o diretor de competições da entidade, Leonardo Barbosa, é esclarecer a fórmula de cruzamento das semifinais, pois a redação original poderia deixar margens para dúvidas.

O Artigo 10 do documento define que "[...] Os clubes (classificados) jogarão duas vezes dentro de seus respectivos grupos, cada um exercendo seu mando", conforme o quadro abaixo:

regulamento mineiro 1

Texto original do regulamento do Campeonato Mineiro

 

O texto, porém, não deixava claro que, nas semifinais, a nomenclatura 1º, 2º, 3º e 4º colocado se refere à ordem decrescente da melhor para a pior campanha na primeira fase e, não, à posição literal das equipes na tabela.

Poderia haver também a interpretação de que a pontuação nos jogos das quartas de final seria contabilizada, por exemplo. Ou, ainda, que a terminologia "1º colocado" seria utilizada para o vencedor do confronto 1 da fase anterior, e assim sucessivamente.

Para corrigir o problema, a FMF adicionou um parágrafo único ao Artigo 10, reforçando que "os confrontos acima (semifinais) serão definidos colocando-se em ordem as campanhas na fase classificatória das quatro equipes classificadas".

Vale lembrar que, nas semifinais e na decisão, o time de melhor aproveitamento terá as vantagens do empate no placar agregado e do mando de campo no jogo da volta.

Regulamento Mineiro 2

Novo texto, com parágrafo único acrescido ao Artigo 10 do regulamento

 

"Assim que termina a primeira fase, a DCO (Diretoria de Competições) publicará a classificação final. E essa ordem é a que valerá para a definição das vantagens nas etapas seguintes. Isso já está bem claro no Artigo 8, mas, de fato, poderia gerar dúvidas devido à redação  e ao quadro do Artigo 10", explicou Barbosa.

O Artigo 8 determina que "[...] a classificação geral será observada para definição e confronto dos clubes nas fases seguintes, além do rebaixamento de dois clubes para o Campeonato Mineiro 2019 – Módulo II".

Consenso

Segundo Barbosa, não houve qualquer polêmica ou questionamentos dos clubes sobre esta questão. Afinal de contas, o regulamento já havia sido aprovado por todas as partes no Conselho Arbitral, antes do início do Estadual.

"Achamos por bem fazer essa correção antes do término da primeira fase, para que não haja qualquer dúvida da imprensa ou dos torcedores. Porque, se você olhar só o quadro, realmente poderia gerar alguma dúvida. Mas o critério já estava bem claro para todo mundo, e, inclusive, bem destacado no artigo 8", reforça o diretor.