Futura contratação do Atlético para o segundo semestre, o volante Roger Bernardo se despedirá do Ingolstadt em junho. O jogador, entretanto, tem o objetivo de recuperar o espaço perdido no clube alemão. Antes titular absoluto, o brasileiro de 31 anos passou os últimos seis jogos da equipe, na Bundesliga, no banco de reservas.

Utilizado pelo técnico Maik Walpurgis utilizado Bernardo mais como um zagueiro central no esquema 3-4-3, com variações. O porte físico e altura fazia do jogador um elemento-chave da defesa. Entretanto, quando Marcel Tisserand encerrou a participação na Copa das Nações Africanas, com a Seleção do Congo, deixou o companheiro na reserva.

Na retomada da Bundesliga em 2017, no fim de janeiro, Roger Bernardo foi titular por três jogos seguidos. Nos dois primeiros, atuou nos 90 minutos. No terceiro, contra o Hertha Berlin, foi substituído na metade do segundo tempo. Depois, nunca mais voltou a ser titular. 

Nos 6 jogos subsequentes, Roger Bernardo ficou apenas como espectador no banco de reservas em três partidas. Nas outras três, jogou um total de 92 minutos, sempre entrando ou no intervalo ou no fim da partida. O Ingolstadt, neste período de nove jogos (17ª rodada até a 25ª rodada) patinou ainda mais na competição. Foram só duas vitórias, um empate e seis derrotas. 

A equipe alemã se encontra em 17º lugar (penúltimo colocado), na frente somente do lanterna SV Darmstadt 98. Tem 19 pontos, a oito de distância para o Hamburgo (em 16º lugar, colocação que o manda para um playoff contra um time da Série B para definir se fica ou cai pra 2. Bundesliga). 

Planilha Roger Bernardo

Os 9 jogos do Ingolstadt na retomada da Bundesliga e a participação do volante: 338' em 810 minutos da equipe