Invicto há cinco rodadas, com vitórias nas últimas três, o América engrenou de vez na Série B do Campeonato Brasileiro. O início irregular  parece ter sido superado pelo time do técnico Enderson Moreira que na noite deste sábado (1) entrou no G-4 da competição ao golear o Brasil, de Pelotas, do Rio Grande do Sul, por 3 a 0, no Estádio Independência.

Chegar à vitória não foi fácil para o América, que encarou uma forte retranca pela frente. O primeiro gol só foi sair aos 35 minutos do primeiro tempo, com Renan Oliveira escorando cruzamento de Pará da direita.

A vantagem no placar fez com que o Brasil se abrisse mais. E isso deu ao América a chance de controlar melhor a partida e criar mais chances.  E o segundo gol saiu logo aos 8 minutos, com o lateral-esquerdo Pará cobrando falta da entrada da área.

O América dominava as ações e ficou ainda mais tranquilo com a expulsão do zagueiro Evaldo, pelo segundo cartão amarelo, aos 35 minutos.
O atacante Bill fechou a goleada aos 45, após boa jogada do garto Matheusinho. O América terá quase uma semana de preparação para a sua próxima partida na Série B do Campeonato Brasileiro.

O time de Enderson Moreira só entra em campo, pela 12ª rodada, na próxima sexta-feira (7), quando encara o Paraná Clube, às 21h30, no Durival Britto, em Curitiba.

A FICHA DO JOGO

DATA: 1 de julho de 2017
LOCAL: Estádio Independência
MOTIVO: 11ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
GOLS: Renan Oliveira, aos 35 minutos do primeiro tempo; Pará, aos 8, e Bill, aos 45 minutos do segundo tempo
ARBITRAGEM: Sávio Pereira Sampaio, auxiliado por Ciro Chaban Junqueira e Leila Naiara Moreira da Cruz, todos do Distrito Federal
PÚBLICO: 2.950
RENDA: R$ 15.811,00

AMÉRICA 3
João Ricardo; Christian Sávio (Ruy), Messias, Rafael Lima e Pará; Ernandes e Zé Ricardo; Renan Oliveira, Luan (David) e Hugo Cabral (Matheusinho); Bill. Técnico: Enderson Moreira

BRASIL-RS 0
Eduardo Martini; Wender (Edinei), Evaldo, Leandro Camilo e Breno; João Afonso e Itaqui; Rafinha, Wagner (Juninho) e Marcinho; Lincom (Rodrigo Silva). Técnico: Rogério Zimmermann