Rafael tem 28 anos de idade recém-completos, mais da metade deles vividos dentro do Cruzeiro. E essa proporção vai continuar aumentando, pois o goleiro acaba de renovar com o clube até 31 de dezembro de 2021. Inicialmente, o contrato iria até o fim do ano que vem.

O acerto, inclusive, pode indicar uma medida preventiva da diretoria azul para o caso de não contar mais com o titular Fábio a partir de julho de 2018, quando se encerra o vínculo do capitão, prestes a completar 37 anos.

Cria da base, Rafael chegou à Toca há 15 anos (em agosto de 2002) e passou por todas as categorias inferiores da Raposa. Com boas atuações nas oportunidades recebidas, virou “reserva de luxo” na equipe profissional durante a Era Fábio.

Durante o último e maior período de titularidade, entre agosto de 2016 e maio deste ano, chamou atenção de outros clubes e chegou a entrar no radar do treinador de goleiros da Seleção Brasileira, Taffarel, para uma possível convocação.

Rafael assumiu o posto devido a uma lesão do camisa 1. No período, fez 40 partidas e sofreu 30 gols (média de 0,75), tendo sido inclusive o melhor goleiro na seleção do último Campeonato Mineiro.

Ao todo, ele acumula 87 jogos com a camisa estrelada. Pela equipe principal, participou das conquistas de dois Campeonatos Brasileiros (2013 e 2014) e quatro Mineiros (2008, 2009, 2011 e 2014).