O Fluminense terá neste domingo a dura missão de encarar o Atlético-MG no Independência, onde o rival tem retrospecto perfeito em 2017, com 100% de aproveitamento dos pontos em 11 partidas. Por isso, o atacante Henrique Dourado fez questão de jogar o favoritismo do confronto para o lado mineiro, mas não sem apostar em uma surpresa dos cariocas.

"Analisamos jogo a jogo e deixamos o favoritismo para o Atlético-MG, que tem grandes jogadores e já está classificado na Libertadores. Aqui no Fluminense também tem jogadores de qualidade, mas não falam tanto de nós. Com humildade e pés no chão, encaramos cada jogo como uma final e esperamos chegar o mais longe possível", declarou nesta sexta-feira.

O Fluminense atravessa momento oscilante na temporada. Apesar da vitória na estreia do Brasileirão, contra o Santos, perdeu a decisão do Carioca para o Flamengo e o jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil para o Grêmio. Para evitar uma nova derrota neste fim de semana, Henrique Dourado pregou estudo do adversário.

"Temos mais um jogo duro pela frente. O Atlético-MG, quando joga no Horto, é muito complicado. Vamos estudar a equipe deles e esperamos sair de lá com o resultado positivo. Sabemos das dificuldades que vamos enfrentar. O time deles tem muita mobilidade e pressiona bastante quando joga lá. Por isso, temos que ter muita atenção para não sermos surpreendidos", apontou.

Se o Fluminense não vive seu melhor momento, Henrique Dourado tem motivos para comemorar a temporada 2017. Foram 13 gols no ano até o momento que ajudaram a torcida tricolor a esquecer o último grande artilheiro que passou pelo clube: Fred, que neste domingo estará do outro lado.

"O Fred foi um jogador muito feliz em sua passagem aqui. Temos que ter atenção com ele, como temos que ter com qualquer outro atacante de qualidade. Espero que no domingo ele não esteja num dia bacana e que a gente possa neutralizar os pontos fortes do Atlético-MG e sair com um resultado positivo", comentou Dourado.