A disputa da Copa do Mundo trouxe para o Campeonato Brasileiro uma pausa pouco comum que se transformou em primeiro objetivo nas contas dos 20 times. Desde que a bola rolou para a edição desse ano, contas e previsões levam em conta o desempenho até a 12ª rodada, quarta-feira. Mais do que isso, contusões, saídas e ausências de jogadores servindo às seleções obrigaram os técnicos a quebrar a cabeça e a lidar com as limitações à espera do que o pós-Copa possa reservar.

Em recuperação depois do início titubeante, mas vindo do empate com o Vasco no Mineirão, o Cruzeiro volta a campo neste sábado, às 16h, diante da Chapecoense, na Arena Condá. Já sem contar com Rafinha ou Robinho, Mano Menezes tem como dúvida o volante Lucas Silva que, com febre, não participou da única atividade em Santa Catarina, mas conta com o retorno de Sassá, que cumpriu suspensão quarta-feira.

O treinador confirmou ter recebido sondagem do Sporting, de Portugal, que, em momento conturbado, perdeu o técnico Jorge Jesus para o Al-Hilal, da Arábia Saudita. Garantiu, no entanto, que cumprirá o compromisso com a Raposa.

Pedreira
Derrotado no clássico com o Atlético, quinta-feira, o América tem outro desafio pela frente no domingo: encara o Grêmio às 16h em Porto Alegre. O tricolor gaúcho também busca a reabilitação – foi superado em casa pelo Palmeiras. Sem Norberto, suspenso (será substituído por Aderlan), Enderson Moreira acena com o retorno de Rafael Moura ao ataque, com Aylon voltando a atuar em sua posição habitual.

No mesmo horário, no Horto, o Galo recebe o Fluminense, sem o técnico Thiago Larghi, expulso diante do Coelho. Diante do tricolor, Fábio Santos retorna à lateral-esquerda (estava suspenso contra o América) – o restante do time não deve ter mudanças. Com a grande possibilidade de negociação envolvendo Róger Guedes, no entanto, tudo indica que será a despedida do atacante diante da torcida.