Neymar voltou a ficar insatisfeito ao ser substituído por Luis Enrique na vitória do Barcelona sobre o Eibar, no último fim de semana. A irritação do atacante brasileiro, no entanto, parece ser encarada com naturalidade pelo elenco catalão, como deixou claro nesta terça-feira o meia Iniesta, que fez questão de minimizar a atitude e elogiar o colega.

"Neymar é um jogador muito importante. Não só pelos gols e as assistências que pode fazer. Sobre os gestos (de insatisfação), eu não os interpreto como uma falta de respeito. Isso cada pessoa demonstra de sua maneira. Nesta equipe, prevalece o respeito acima de tudo", declarou.

Iniesta ressaltou também a importância de Neymar para a partida desta quarta-feira diante do Manchester City, em casa, na volta das oitavas de final da Liga dos Campeões, e para o confronto diante do Real Madrid, domingo, também no Camp Nou, pelo Campeonato Espanhol. O meia só não soube definir qual dos duelos será mais importante para o time.

"Nos sentimos com confiança para estas duas partidas, mas sabendo que temos dois rivais muito perigosos. Talvez o jogo de amanhã (quarta) seja o mais importante. Que forma melhor de chegar para uma partida como a de domingo depois de jogar contra o City? A partir de quinta é que pensaremos em domingo", disse.

Depois de vencer por 2 a 1 na ida, em Manchester, o Barcelona é o favorito a avançar as quartas da Liga dos Campeões diante do City. Para isso, no entanto, a equipe terá que repetir o desempenho do primeiro jogo, quando comandou a posse, criou ótimas oportunidades e garantiu o triunfo - que poderia ter sido maior se Messi não tivesse desperdiçado pênalti no último minuto.

"A posse de bola é um de nossos objetivos para cada partida. Isto pode nos dar a possibilidade de controlar a situação", analisou o técnico Luis Enrique nesta terça. "Eu espero uma partida muito parecia com a de ida", completou.