O meia Valdívia, do Internacional, está na mira de vários clubes brasileiros, e a equipe gaúcha não nega que pode liberar o jogador em breve. Dentre os interessados em contar com o meio-campista nesta temporada estão Atlético e Cruzeiro. Além dos arquirrivais mineiros, equipes de São Paulo também querem contratar o atleta. 

Segundo o vice-presidente de futebol colorado, Roberto Melo, Santos e São Paulo também têm interesse em Valdívia. Na visão do Internacional, uma possível saída do meia pode ser benéfica, já que o atleta, apesar de muito valorizado pelo clube gaúcho, não vive bom momento no Rio Grande do Sul.

Leia também:

Na mira de rivais mineiros, Valdívia elegeu Atlético como 'maior de Minas' em 2016

“O Valdívia é um jogador muito valorizado por nós. Estamos analisando o que será melhor para o Inter e para o atleta. Jogaremos a Série B, um campeonato mais difícil, mais pegado e com menos espaço em campo. A Série A é um torneio que valoriza o atleta, e grandes equipes como Cruzeiro, Atlético, São Paulo e Santos nos procuraram. Ainda não podemos confirmar a saída, mas se for o caso, são esses os motivos”, disse Melo sem cravar qual clube estaria à frente na briga pela contratação de Valdívia.

Má fase 

O atual momento de Valdívia no Internacional não é bom. Desde o ano passado o jogador é alvo de reclamações do torcedor colorado. E a má fase do meia pode ser explicada pelo longo período de inatividade que o atleta passou do fim de 2015 até o segundo semestre de 2016.

Valdívia passou por cirurgia no joelho, após se lesionar defendendo a Seleção Olímpica do Brasil – contra os Estados Unidos, em Belém, em 2015. Após oito meses de recuperação, voltou ao Inter, que terminou rebaixado à Série B no ano passado. 

Sem render em campo, Valdívia foi xingado pela torcida do Inter, chamado de “pipoqueiro”, e essa pressão não foi muito bem assimilada pelo jogador, que tem apenas 22 anos. Por isso a diretoria colorada pensa em emprestar o atleta para tirá-lo do foco de críticas.

O Cruzeiro fez o mesmo com Mayke recentemente. Também vivendo um longo período de críticas por parte da torcida, o lateral-direito revelado pela base celeste foi emprestado ao Palmeiras. Em troca, a Raposa recebeu o atacante Rafael Marques, que chegou a Belo Horizonte nesta terça-feira.

Uma composição de negócio envolvendo troca de jogadores também é uma alternativa para o Cruzeiro conseguir convencer o Internacional a liberar o jogador para a Raposa.
Os demais adversários do Cruzeiro na briga por Valdívia, tirando o São Paulo – Atlético e Santos - têm a Libertadores como trunfo. Na competição sul-americana o jogador poderia ser ainda mais valorizado. 

No caso do Atlético, o meia-atacante Maicosuel e o zagueiro Erazo poderiam ser dados como "moeda de troca" para "vingar" a negociação.