Falta mais capricho na parte ofensiva. Assim resumiu o volante Blanco, ao fim do clássico contra o Cruzeiro, hoje (12), no Independência, vencido pelo time celeste por 1 a 0.

 

Ele lamentou que o amplo domínio americano no segundo tempo não tenha resultado em gols. “Só deu a gente, mas criamos poucas jogadas. Temos que trabalhar para melhorar”, avaliou.

 

Apesar da derrota, Marion observou que o Coelho mostrou qualidade, jogando de igual para igual contra um grande clube. “Agora é buscar vencer o próximo clássico”.

 

O zagueiro Rafael Lima, porém, saiu irritado com a atuação do árbitro Cleisson Veloso Pereira, lamentando o fato de ele ter transferido a decisão do pênalti para um auxiliar que estava distante.

 

“Falei para ele ser homem e admitir que foi o banderia que deu (o pênalti, marcado por Rafael Sóbis aos 17 minutos do primeiro tempo), sendo que ele estava a dois metros do lances e o bandeira a 50 metros”, reclamou.