O relógio marcava 10h34 em Madri, 7h34 no Brasil, quando o lateral-direito Danilo acionou o e-mail pessoal para entrar em contato com o então presidente do América, Alencar da Silveira Jr. Naquele 15 de fevereiro de 2016, o então jogador do Real – que se preparava para o duelo contra a Roma, pela Liga dos Campeões – estendeu as mãos ao ex-clube e ofereceu dinheiro para melhorar o CT das categorias de base, localizado em Santa Luzia, na Região Metropolitana.

Comandado atualmente por Pep Guardiola, no Manchester City, Danilo se mostrava triste com as condições do local onde chegara em 2007, quando tinha 15 anos e alimentava o sonho de ser astro no tão concorrido mundo da bola.

“Estou de Madrid sempre torcendo e acompanhando o América! Escrevo para dizer que quero doar 20 mil reais para algumas melhorias no CT de Santa Luzia! Estive lá nas últimas férias, e me senti um pouco triste pelos meninos, pois desde a minha época não teve nenhuma mudança, estando assim tudo mais velho”, escreveu o camisa 3 do time inglês.

“Bom, não quero me meter em administração, apenas dar um pequeno conforto pros meninos de lá! Não é muito dinheiro, mas acho que dá pra melhorar alguma coisa, como televisões novas por exemplo”, acrescentou.

Contratado pelo City por R$ 106 milhões, junto ao Real Madrid, o jogador rendeu cerca de R$ 1,3 milhão aos cofres do Coelho, clube formador. Antes desta negociação, realizada no meio do ano passado, ele já havia rendido valor semelhante em 2015, quando trocou o Porto pelo time madrilenho. 

américa santa luzia

Desejo atendido

Surpreso, mas feliz com o gesto do prata da casa, Alencar resolveu colocar em prática aquele pedido. Apesar das dificuldades financeiras que atravessava o alviverde, agradeceu a ajuda oferecida por Danilo e, com dinheiro do próprio bolso (cerca de R$ 500 mil), deu início à transformação do CT que abriga as categorias Sub-14, 15 e 17. Investimento este ressarcido pelo clube posteriormente. 

“Fizemos uma arquibancada, melhoramos a cozinha, os vestiários e a sala de jogos. A sala de televisão, inclusive, terá o nome do Danilo”, conta o ex-presidente do Conselho de Administração. 

Destaque na campanha do título da Série C do Campeonato Brasileiro, em 2009, o filho ilustre de Bicas, na Zona da Mata, foi vendido ao Santos no ano seguinte. No clube paulista, fez quase 80 jogos, marcou 10 gols e conquistou uma Copa do Brasil e uma Libertadores. As grandes atuações lhe renderam o carimbo no passaporte, ao ser negociado com o Porto, de Portugal.

Copinha

Estreando nesta quarta-feira (3) pela Copa São Paulo Sub-19, o América não deu chances ao Remo. Com gols de Leonardo, aos 20 minutos do primeiro tempo, e Rafael Emiliano, aos 31 da segunda etapa, o Coelho largou com pé direito no Grupo 32 da competição de base mais tradicional do país.

Os atletas, comandados por Fred Pacheco e que atualmente desfrutam das dependências do Lanna Drummond, até pouco tempo tinham como Centro de Treinamentos o mesmo local que Danilo deu os primeiros chutes pelo atual campeão da Série B.

Confira mais fotos do CT de Santa Luzia após a reforma