Com Vitor Hugo se recuperando de um edema na coxa direita, Leandro Almeida ganhou a oportunidade de ser titular nos dois jogos realizados pelo Palmeiras na Copa Antel, torneio realizado no Uruguai, semana passada. O defensor, que no ano passado teve poucas oportunidades na equipe, acredita que neste ano será tudo diferente e que mesmo com a chegada de Edu Dracena e Roger Carvalho, pode ser mantido na equipe.

"Tive oportunidade de jogar dois jogos no Uruguai. Acredito no potencial e no jogo em que eu fiz. Tenho a confiança dos meus companheiros e da diretoria do Palmeiras. Acredito que esse ano vai ser totalmente diferente e espero permanecer, porque a briga vai ser boa", disse o defensor, que destacou o fato de estar no clube desde o início do ano e, por isso, apostou que terá melhores condições físicas.

"Ano passado, cheguei no meio da temporada e não fiz a pré-temporada com o time. Esse ano será diferente porque estou aqui desde o início", comentou o zagueiro, que também quer continuar no time para ter reconhecimento do torcedor. "É gostoso ser reconhecido porque você foi campeão, mesmo sem jogar. Imagine jogando. Deve ser incrível a sensação. E acompanhei a Copa do Brasil, na qual a emoção era grande. Espero que esse ano eu possa estar jogando e caso não esteja, vou apoiar quem estiver em campo", completou.

Embora tenha perdido o título da Copa Antel para o Nacional, nos pênaltis, o Palmeiras passou os dois jogos sem ser vazado. "É importante e mostra que o trabalho está sendo reconhecido, mas temos que continuar trabalhando. É difícil manter muitos jogos sem levar gols, porque o adversário tem qualidade. Quanto menos tomarmos gol, mais temos chance de vencer. Uma oportunidade na frente e a gente faz o gol, decretamos a vitória", comentou.

Para a estreia do Campeonato Paulista no domingo, contra o Botafogo, em Ribeirão Preto, o técnico Marcelo Oliveira vai esperar para ver a recuperação de Vitor Hugo na semana. Caso não tenha condições, Leandro Almeida deve ser mantido na equipe, ao lado de Edu Dracena.