Três dias depois de conduzir o Sada/Cruzeiro na conquista do pentacampeonato da Superliga Masculina de Vôlei, o levantador William Arjona confirmou a saída do clube mineiro rumo ao Sesi-SP.

" Agradeço a Minas Gerais, essa terra maravilhosa que sou filho e Pai. Aos amigos que aqui fiz, dentro e fora das quadras. E por fim, aos 9 milhões de torcedores do Sada Cruzeiro que foram e sempre serão a energia e o combustível dessa equipe", escreveu o "Mago" em uma publicação nas redes sociais (leia abaixo).

No Cruzeiro desde a temporada 2010/11, o camisa 7 participou de todas as conquistas nacionais do clube, desde a temporada 2011/12, além dos tricampeonatos no Mundial e no Sul-Americano de Clubes, entre outras. Foram ao todo 26 títulos e 30 finais em 33 competições disputadas no período.

 

 

O até breve. O Prof Clóvis de Barros Filho um dos pensadores contemporâneos que mais admiro, diz que toda tomada de decisão será angustiante. Pois você nunca saberá se o caminho escolhido foi o melhor. Mas a decisão precisa ser tomada. Há 7 anos atrás tomei essa decisão ao deixar a Argentina, e voltar para o Brasil. Deixei um projeto vitorioso, e a possibilidade de me naturalizar e disputar campeonatos mundiais e olimpíadas, pela vontade de estar mais próximo da minha família. Voltei para defender o Sada Cruzeiro, onde me tornaria o #Campeãodetudo. O momento da angústia apareceu novamente, e a decisão foi tomada. Em busca de um novo desafio e por estar aínda mais próximo da minha família, deixo talvez, o maior time de vôlei de todos os tempos, mas com a certeza de dever cumprido. Anos de dedicação, comprometimento e muita, mas muita vontade. O destino agora é São Paulo, o Sesi. Agradeço a família Medioli, em nome do Sr Vittorio e Alberto pelo respeito e carinho comigo e minha família. A Sra Laura, que jamais mediu esforços para que minha mulher se sentisse em casa logo nos primeiros dias de sua chegada. Suas filhas Daniela e Marina. Agradeço a Minas Gerais essa terra maravilhosa que sou filho e Pai. Aos amigos que aqui fiz, dentro e fora das quadras. E por fim, aos 9 milhões de torcedores do Sada Cruzeiro que foram e sempre serão a energia e o combustível dessa equipe. Um agradecimento especial a comissão técnica e companheiros de equipe, que por maior que fosse a dificuldade, a enfrentava de peito aberto, sem medo, mas com muito respeito, sabendo que o nosso triunfo chegaria, com muito trabalho e dedicação. Vida que segue... Sabendo que quando você é uma pessoa de bem, por mais difícil que seja o próximo desafio, o coração vai estar em paz para enfrenta-lo. Fiquem com Deus. William "el mago" Arjona

Uma publicação compartilhada por William Arjona (@william_elmago_arjona) em

Leia mais:
Com quatro 'mineiros', Seleção Masculina é convocada para a Liga Mundial de Vôlei
Com maioria dos atletas sem contrato, Sada/Cruzeiro inicia processo de renovação
Saída de William deixa Sada/Cruzeiro com apenas dois remanescentes do primeiro título
Evandro é eleito o melhor jogador, e times mineiros dominam seleção da Superliga
Com título da Superliga 2016/17, Cruzeiro alcança mais dois recordes no vôlei nacional