Os bons jogos e os gols importantes do jovem atacante Sassá pelo Botafogo despertaram a atenção de vários clubes do país. A partir do momento em que o avante e o clube carioca 'pararam de falar a mesma língua' por questões burocráticas, e iniciou-se um inbróglio entre as partes, o Cruzeiro entrou em cena para contratar o jogador. E o atleta veio mesmo para Belo Horizonte, tendo sido apresentado na última terça-feira (13). 

Elogiado por Mano Menezes após a derrota do Cruzeiro por 1 a 0 para o Corinthians, nessa quarta-feira, Sassá ainda vai esperar um tempo para estrear com a camisa celeste. Considerado boa aquisição do clube pelo treinador, o atacante também passará por um trabalho conjunto para melhorar seu comportamento e atitudes dentro e fora de campo. 

“Foi uma boa aquisição do Cruzeiro, vamos conseguir trabalhar juntamente com o jogador para direcionar bem, colocar a cabeça no lugar. Trabalhar bastante. Ele precisa de uma condição física melhor, estava há 30 dias sem jogar. As condições ainda não são adequadas para ele jogar já na segunda-feira, precisamos de um pouco mais (de prazo). Talvez 15 dias seja um prazo ideal para ele atender a expectativa que se cria quando se contrata um jogador”, avaliou Mano.

Mano Menezes já mostrou no Cruzeiro que tem preocupação em lançar os novos contratados. Com Sassá não será diferente do que aconteceu, por exemplo, com o lateral-direito Lennon. O ala teve poucas oportunidades, mas sempre ouviu do treinador que estava sendo preparado para o momento certo de entrar em campo. 

“Se colocar em campo antes da hora o jogador pode não ir bem, aí a contratação passa a ser contestada. Tudo que não pode nessa hora é ser contestado, e eu tenho certeza que ele (Sassá) vai fazer uma grande temporada no Cruzeiro. É um jogador que chega para trazer característica de atacante que não temos no grupo. Vamos trabalhar todos juntos para que o resultado seja bom”, comentou.