O treinador do Cruzeiro Mano Menezes lamentou os erros de arbitragem no empate de 1 a 1 diante do Vitória, na tarde deste domingo (5), pelo Campeonato Brasileiro. Com o time bastante alterado, devido à importância da próxima partida, contra Flamengo, pelas oitavas-de-final da Copa Libertadores, ele sabia que "seria um jogo dífícil, mas que a arbitragem se tornou impossível".
 
Citando o gol de Manoel não validado nos minutos finais, Menezes registou que foi mais um caso de gol legal mal avaliado pelos juízes. "Desde que voltamos da Copa, deve ser o quarto ou quinto. É sempre uma coisinha, um impedimento, uma puxada... Mas nos nossos adversários não veem nada. Mais uma vez, fizemos os gols para ganhar, mas não nos deixaram", critica o técnico.
 
Apesar do time reserva, ele gostou do desempenho dos jogadores, que "enfrentaram o Vitória com personalidade, com jogo para vencer". Para ele, mesmo nas derrotas para Corinthians e São Paulo, a equipe produziu para ganhar. "Não tivemos nenhuma partida em que merecíamos ser derrotados, ao meu ver. Temos um grupo de qualidade, que pode jogar em qualquer lugar e com qualquer formação".

Leia também:
Reservas do Cruzeiro arrancam empate em 1 a 1 com o Vitória, em Salvador