O retorno de Fábio ao gol do Cruzeiro não era novidade dentro do clube; nem para Rafael, titular da Raposa desde o meio do ano passado, quando o companheiro de posição lesionou o joelho e precisou de longo tratamento para voltar a ocupar a meta celeste.

De volta ao time na estreia no Brasileirão, Fábio teve atuação segura e, apesar de não ter sido tão exigido, saiu de campo com a certeza de que seguirá fazendo história na Raposa. Na vitória desde domingo (14), Dia das Mães, sobre o São Paulo, por 1 a 0, o goleiro chegou a 707 jogos pelo clube; o recordista absoluto neste quesito.

"A posição é muito delicada para fazer revezamento. Chamei o Fábio, mostrei que era uma reta final de competição (Campeonato Mineiro) e o risco da troca era grande. Disse que teria a oportunidade de defender a titularidade quando passasse. Foi isso que fiz agora. Ele é um dos maiores ídolos do clube, se não for o maior. O campo mostrará quem será o titular do Cruzeiro", disse o técnico Mano Menezes após o triunfo sobre a equipe paulista.

Ficha técnica:

Nome completo: Fábio Deivson Lopes Maciel
Posição: Goleiro
Nascimento: 30/09/1980 (Nobres-MT)
Altura: 1,88 m
Peso: 92 kg
Jogos: 707
Estreia no Cruzeiro: Cruzeiro 2 x 0 Universal-RJ, em 04/03/2000, amistoso, no Mineirão
Carreira: União Bandeirante-PR (1997), Atlético-PR (1998), Cruzeiro (1999 a 2000), Vasco (2000 a 2004) e Cruzeiro (desde 01/2005)
Títulos: Copa do Brasil 2000; Copa Mercosul 2000; Campeonato Carioca 2003; Campeonato Mineiro 2006, 2008, 2009, 2011 e 2014; Campeonato Brasileiro 2000, 2013 e 2014
Seleção Brasileira: Sub-17; Sub-20; Sub-23; Principal
Títulos pela Seleção Brasileira: Campeonato Sul-Americano Sub-17 1997; Campeonato Mundial Sub-17 1997; Copa América 2004
Premiações: Bola de Prata da Revista Placar 2010 e 2013; Seleção do Prêmio Craque do Brasileirão 2013