O tenista mineiro Marcelo Melo aparece entre os indicados ao troféu de Melhor Atleta do Ano no Prêmio Brasil Olímpico, referente à temporada 2017, oferecido pelo COB. A cerimônia será realizada nesta quarta-feira (28), no Rio de Janeiro.

A dupla Evandro e André (vôlei de praia) e Caio Bonfim (marcha atlética) são os demais concorrentes na categoria masculina. No feminino, a disputa é entre Mayra Aguiar (judô), Ana Marcela Cunha (maratona aquática) e Ana Sátila (canoagem slalom).

Todos esses esportistas já garantiram o troféu de destaques em suas respectivas modalidades, numa lista que contempla ao todo 51 categorias olímpicas. A votação foi realizada por um júri de jornalistas, dirigentes, ex-atletas e personalidades dos esportes.

E não é por acaso que Marcelo Melo faturou o prêmio do tênis e ainda foi indicado ao troféu mais importante do “Oscar” do esporte nacional. No ano passado, o mineiro de 34 anos se consolidou no número 1 do ranking mundial de duplistas da ATP e conquistou seis títulos, dentre eles o tradicionalíssimo Grand Slam de Wimbledon.

A voz do povo

Haverá ainda a premiação ao Atleta da Torcida, escolhido por meio de eleição popular pelo site oficial do Comitê Olímpico do Brasil.

Além dos seis indicados ao prêmio principal, concorrem também nesta categoria o nadador Bruno Fratus (Minas Tênis Clube), o surfista Gabriel Medina, a skatista Letícia Bufoni e a ginasta Rebeca Andrade.

A votação pela internet segue aberta até o dia da solenidade e será encerrada apenas momentos antes da entrega do troféu.

Na última edição do Prêmio Brasil Olímpico, Isaquias Queiroz (canoagem velocidade) e Rafaela Silva (judô) foram eleitos os Melhores Atletas do Ano, e a medalhista de ouro nos Jogos Rio-2016 conquistou também o troféu de Atleta da Torcida.

Honrarias

Além dos esportistas, serão homenageados também os melhores técnicos. 

Na categoria esportes coletivos, o prêmio vai para José Roberto Guimarães, campeão do Grand Prix com a Seleção Feminina de Vôlei.

Nos individuais, o troféu será “dividido” por Mario Tsutsui (Confederação Brasileira de Judô) e Kiko Pereira (Sogipa), treinadores da bicampeã mundial Mayra Aguiar.

Por fim, o ex-velejador Lars Grael, dono de duas medalhas olímpicas, será homenageado com o Troféu Adhemar Ferreira da Silva, oferecido a personalidades que representem os valores do esporte, como ética, eficiência, respeito, dedicação e superação..