Ele tinha a expectativa de se manter no futebol europeu mesmo após o fim do contrato com a Juventus e o período marcado por lesões. O uruguaio Martin Cáceres, no entanto, virou uma opção de mercado para o Atlético reforçar o sistema defensivo. Ele está livre no mercado, mas tem uma pedida salarial que o Galo teria de reduzir. 

Dispensado pela Juventus (que não quis renovar o seu contrato em julho), "Pelado" Cáceres recebia 166 mil euros por mês (R$ 584 mil), algo em torno de 2 milhões de euros por temporada, segundo revelou o jornal Gazzetta dello Sport em 2015. Além de jogar como zagueiro centralizado, o canhoto também pode ser deslocado para a lateral esquerda.

Revelado no Defensor Sporting (onde mantém a forma enquanto não se emprega), Cáceres pretende retornar ao futebol após se recuperar de um rompimento no tendão de aquiles em fevereiro, mês no qual realizou a última partida profissional, defendendo a Vecchia Signora na Série A diante do Genoa, quando se lesionou aos 18 minutos do segundo tempo.

Aos 29 anos, com passagens pelo Villarreal e Barcelona, Martin Cáceres defendeu a Seleção Uruguaia e gostaria de retornar à Celeste. O interesse do Atlético, entretanto, apesar de atrativo por conta da disputa da Libertadores, precisa conquistar a cabeça do jogador, que teve o nome ligado a times da prateleira de baixo da Liga Espanhola, além da Roma, que pegou o brasileiro Juan Jesus emprestado junto à Inter de Milão.

Em entrevista realizada no primeiro dia deste mês, ao portal Tenfield.com, Cáceres contou que espera retornar à Seleção Uruguaia em março, na partida justamente contra o Brasil. Ele garante que lesão no aquiles, que necessitou de cirurgia, está totalmente curada. Entretanto, já se vão mais de 10 meses sem atuar.