Foi na Fazenda do Treme, em Inhaúma, que o Mineiro de Rally de Velocidade voltou a ser disputado ano passado, depois de um jejum de cinco anos.
Mais do que isso, as estradas de terra da cidade próxima a Sete Lagoas foram palco também da segunda etapa. E voltam, sábado, a receber UTVs, motos e carros para o segundo desafio dessa temporada.

Uma prova que promete ser bastante diferente da que pilotos e navegadores encararam na abertura do campeonato 2018, o Rally Minas Brasil, também válido pelo Campeonato Brasileiro, em Conceição do Mato Dentro. Na ocasião (começo de março), a chuva transformou o percurso num mar de lama e baixa aderência, exigindo uma tocada mais cautelosa e ‘limpa’.

Ao longo das quatro voltas previstas pelo percurso de 28 quilômetros, a expectativa é de poeira, piso firme e a possibilidade de usar algumas áreas de escape para ‘espalhar’ as curvas, o que pode valer segundos preciosos. O traçado em Inhaúma apresenta todo o tipo de dificuldade, com descidas, subidas, trechos mais estreitos, outros mais velozes, testando máquinas e homens o tempo todo.

Atual campeão mineiro entre os UTVs e na classe Pró, o paulista Guilherme Cysne, com seu Can-Am, comanda o grid dos veículos fora de estrada que, mais uma vez, são maioria entre os inscritos. Os mineiros Marcelo Mendes e Gustavo Lapertosa, além de Cristiano Batista, também aparecem entre os principais candidatos ao pódio.

Presidente
Nas motos, outro campeão – o araxaense Marco Antônio Pereira está confirmado, Destaque no último Rally dos Sertões até que um problema mecânico o tirasse da briga pela vitória, ele é hoje um dos principais especialistas nas provas de longa duração.

A disputa nas duas rodas, aliás, vem ganhando novos integrantes a cada prova e mesmo o presidente da Federação Mineira de Motociclismo (FMEMG), Gustavo Jacob, vai marcar presença.

Promessa de emoção também na Cross-Country, que reúne picapes, protótipos e SUVs. Lucas Teixeira, atual campeão, com seu Sherpa, terá a concorrência de Fred Mol, com um Mitsubishi ASX e Júlio Oliveira. Como nas provas anteriores na cidade, a área de apoio mecânico será montada na Praça da Manga, com total acesso para o público.

RÁPIDAS

IGOR FRAGA É VICE NA F-4 NACAM E

ACELERA NA F-2000 EM INDIANÁPOLIS

O mês de maio começou movimentado para o mineiro Igor Fraga, nascido no Japão (onde os pais trabalhavam) mas ipatinguense de adoção. Em Monterrey, no México, ele teve de lidar com os problemas mecânicos no carro da equipe PropCar Rentable, mas garantiu o vice-campeonato da F-4 Nacam (Américas Central, do Norte e do Caribe), mesmo sem ter disputado o campeonato na íntegra. No fim de semana passado, voltou a se concentrar na F-2000 norte-americana, no traçado misto que usa partes do oval de Indianápolis. Com um 17º e um oitavo lugar na rodada dupla, manteve-se em quarto lugar na classificação geral entre os quase 30 inscritos.

ITAJUBÁ RECEBE NO FIM DE SEMANA

AS FERAS DO BRASILEIRO DE SUPERMOTO

Uma disciplina que combina trechos em asfalto e terra, com motos fora de estrada, mas pneus lisos. Sensação especialmente na Europa, o Supermoto tem crescido também por aqui e, no domingo, invade o Kartódromo de Itajubá para a segunda etapa do Campeonato Brasileiro – a partir das 10h, com entrada franca. Um dos destaques da categoria SM1, a principal da modalidade, é Laszlo Piquet, filho do tricampeão mundial de Fórmula 1 Nelson Piquet. Entre seus maiores adversários estão os paulistas José Luiz “Cachorrão” e Juninho Trudes, ambos vindos da motovelocidade.